Mundo Tech Tecnologia

Apps maliciosos usam CNH Digital e IPVA 2019 para infectar aparelhos Android

Em março do ano passado, o governo federal lançou os aplicativos da Carteira Nacional de Habilitação Digital (CNH). O que poderia ser uma mão na roda para os motoristas também pode se revelar uma dor de cabeça por conta de programas maliciosos. A loja da Google no Android é constantemente recheada por malwares tanto para a CNH quanto para o pagamento do IPVA de 2019, realizado agora no início do ano.

Segundo levantamento da Kaspersky Lab, mais de 17 mil aparelhos já foram infectados por conta de programas deste tipo. A companhia viu pelo menos cinco variações de apps falsos destes dois serviços, que são oferecidos de forma gratuita pelos órgão oficiais.

Para dar a impressão de realidade, os “desenvolvedores” utilizam fotos semelhantes às oficiais e logos muito parecidos com os dos Departamentos de Trânsito (DETRAN). Em alguns casos, colocam que o programa foi desenvolvido pelo “Ministério da Tecnologia”, órgão que nem existe no Brasil.

Apps sob a criação do ‘minstério da tecnolgia’ (Foto: Kaspersky Lab)

Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky Lab, explica qual o interesse em se publicar um programa destes. “Um adware consome banda de internet, bateria, além de dar para o dono da versão fraudulenta o direito de executar scripts no aparelho do usuário, que poderão inclusive minerar criptomoedas”, aponta.

Um adware é um programa que apresenta publicidade para o usuário mesmo que ele não tenha efetivamente concordado com isso. Ainda, o programa também faz esta exibição geralmente de forma abusiva, mesmo se você estiver com o app desligado. “Nesse caso, adwares, discadores automáticos e outros são programas maliciosos que podem ser utilizados por invasores para danificar o dispositivo do usuário ou explorar dados pessoais, não tendo nenhuma utilidade prática”, lembra a empresa.

Por conta disso, é importante que você tenha total certeza se aquele app é o oficial. No caso da CNH, ela está disponível para Android e iOS. Já o IPVA não pode ser pago por aplicativo, apenas por consulta no site da Secretaria da Fazenda e Planejamento de seu respectivo estado.

*ATUALIZAÇÃO (06/02 às 20h): Informamos que os aplicativos maliciosos mencionados nesta notícia já foram removidos e não podem mais ser baixados.

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste