Brasil

Os empregos não qualificados são uma boa oportunidade de trabalho no Brasil?

Fonte: Freepik/Pressfoto

Os empregos não qualificados, ou empregos que não exigem treinamento profissional, são a principal fonte de renda dos estudantes, especialmente empregos de meio período com horários que lhes permitem trabalhar enquanto estudam.

Se você está procurando trabalho em tempo parcial para obter renda adicional, então você poderá tirar proveito de alguns desses empregos para aumentar sua renda futura. Faça seu próprio CV e demonstre que você tem qualificações para esses trabalhos.

Primeiro, você deve estar ciente que alguns dos empregos que você verá nesta lista exigirão mais atenção do que outros, mas todos são voltados para permitir que você gere renda sem ter que adiar sua educação.

O que é considerado trabalho não qualificado?

São trabalhos não especializados ou que não requerem treinamento especializado prévio, geralmente envolvendo trabalhos simples ou trabalhos que requerem esforço físico.

Além disso, estes tipos de trabalho não exigem nenhuma experiência prévia, portanto são ideais para pessoas que procuram trabalho em tempo parcial, como pessoas que estudam ou trabalhadores que ainda não possuem um diploma universitário.

Este é geralmente o tipo de trabalho que acaba sendo a primeira experiência de jovens, pois a maioria deles nem sequer precisa de idade legal (+18) e por serem menores de idade, eles têm mais flexibilidade para entrar no emprego. É uma boa opção se você ainda não teve seu primeiro emprego.

Os empregos não qualificados mais bem pagos do Brasil

Bem, a lista de empregos não qualificados no Brasil é bastante extensa, setores como o do comércio, da indústria e acima de tudo, turismo – que cresceu 12% em relação ao PIB bruto entre 2021 e até agora em 2022, de acordo com o governo brasileiro -. Dessa forma, é um bom momento para começar a preparar seu CV para qualquer um destes empregos:

Garçom

Um dos primeiros empregos mais populares entre os jovens sempre foi o de garçom ou garçonete. As cozinhas sempre têm vagas, portanto, encontrar um emprego como garçom nas cozinhas dos restaurantes do Brasil é bastante fácil.

Considerando que, segundo a OiMenu e a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (AIBA), houve uma recuperação e um crescimento de quase 200% no setor. Sem dúvidas é um bom momento para tentar sua sorte e arrumar um emprego nos bares, restaurantes, etc.

Por ser um dos empregos mais populares, há muitos empregos disponíveis, especialmente durante a alta estação turística, quando os restaurantes requerem mais funcionários em

seus quadros. De acordo com a Brasil Economia, um garçom pode ganhar algo em torno de R$ 1.267,00 a R$ 2.375,00 reais por mês.

Recepcionista

A indústria hoteleira é um dos maiores e mais importantes setores do mundo e a fonte de empregos que ela cria é uma das mais importantes, especialmente para um país como o Brasil, onde o turismo é forte.

O pessoal de recepção de hotéis desempenha um papel importante no hotel, pois são os responsáveis pelo fornecimento de informações aos hóspedes e à administração do hotel.

Considerando que em 2021, entre junho e julho houve um crescimento na ocupação hoteleira, desde o início da pandemia, de acordo com o Hostel Sur, é um bom momento para seu currículo de recepcionista conseguir um emprego em qualquer um dos muitos hotéis do país.

Se você é estudante na área de turismo e hotelaria, este é um dos trabalhos que você deve considerar, pois, aprenderá o que precisa implementar quando se formar. Vale notar que os recepcionistas mais bem pagos estão em Brasília, São Paulo, e outras cidades grandes, mas seus salários variam entre R$ 1.000,00 e R$ 2.000,00 reais, de acordo com Glassdoor.

Assistente de cozinha

A gastronomia é um dos setores que oferece um grande número de empregos e diversidade na área de trabalho, além de ser uma das indústrias que nunca descansa. Dessa maneira, cozinhas, restaurantes e lanchonetes precisam de funcionários durante o ano todo.

Se você for um estudante de culinária, ao se tornar um assistente de cozinha, aprenderá todos os conhecimentos e disciplina necessários para ter na cozinha, o que lhe permitirá ganhar experiência no campo.

Como você pode imaginar, os auxiliares de cozinha são muito buscados por diferentes restaurantes no Brasil, além de receberem números salariais interessantes, também podem trabalhar para subir na escada. Os trabalhadores da cozinha podem receber de R$ 1.200,00 a R$ 5.000,0 por mês, de acordo com Glassdor.