Sustentabilidade & Meio Ambiente

Maior águia do mundo, harpia corre risco de extinção em território brasileiro

Podendo pesar mais de nove quilos e ter mais de dois metros de envergadura, a harpia, maior águia do mundo, está sob ameaça de extinção no estado de Mato Grosso. Na região Norte, onde ela pode ser encontrada, o desmatamento provocado principalmente para a produção agrícola e pecuária tem destruído seu habitat natural. “Além da derrubada de árvores prejudicar a construção de ninhos, comprometendo sua reprodução, a ave também é alvo de caçadores para o uso de suas penas”, diz o Biólogo Giuseppe Puorto, membro do CRBio-01 – Conselho regional de Biologia – 1ª Região (SP, MT e MS).

A harpia, que por aqui é também conhecida como gavião-real, é uma ave carnívora e se alimenta principalmente de macacos, gambás, cobras, preguiças e filhotes de veados, entre outros animais. E sua reprodução é considerada baixa pelos especialistas, o que torna a situação ainda mais delicada. “Eles produzem um filhote a cada três anos. O ritmo acelerado de desmatamento versus o tempo necessário para a reprodução da espécie, pode levar à extinção em questão de tempo”, alerta o Biólogo. De acordo com um estudo publicado na revista internacional “Plos One”, hoje existem apenas 25 ninhos da espécie em Mato Grosso.

Em todo o mundo, as harpias já perderam mais de 40% do seu habitat natural. Aqui no Brasil, a espécie pode ser encontrada em maior concentração na Amazônia.


Talvez você também goste