Diversão

As inovações de jogos online com a covid-19

A pandemia do coronavírus covid-19 trouxe prejuízos e disrupções em variados setores da economia. A economia do entretenimento e dos espetáculos foi uma das mais prejudicadas, em especial os cassinos. O ramo dos cassinos e das apostas é tipicamente vinculada ao setor hoteleiro e turístico, virtualmente anulados pelo risco global de contágio.

Somente o tempo dirá se essas mudanças serão duradouras ou passageiras. Mas as alterações sentidas no ramo dos cassinos e apostas já despertam, hoje, atenção.

Imagem: Pixabay

Esportes eletrônicos

Até o momento, os governos do mundo já enviaram cerca de 4,5 bilhões de pessoas para casa. O montante equivale a mais da metade da população do planeta. Quando em casa, por que não jogar?

A ênfase virtual no mundo de casinos e apostas está a ganhar impulso nesse momento. Antes da pandemia a quantidade na internet de casino com bonus gratis de boas vindas já era grande. No entanto, a indústria de apostas está a mudar o eixo de suas operações para os esportes eletrônicos.

A Mesa de Controlo de Jogos de Nevada (estado onde fica Las Vegas) é uma referência reguladora importante globalmente para esse mercado. Na semana passada, a entidade aprovou apostas em campeonatos de desportos eletrónicos: as rodadas de EUA e Alemanha no Counter-Strike: Global Offensive’s ESL Pro League, bem como os torneios ESL Dota 2 e eNASCAR.

As ligas de Overwatch e League of Legends também têm bom potencial de crescimento. A possibilidade de organizar competições dessas modalidades de forma remota aponta para uma expansão de audiência dos e-Sports em meio à restrição generalizada de competições dos esportes reais.

O estudo recente conjunta da pesquisadora de mercados ProdegeMR com a agência de pesquisa do consumidor 2CV endossa a tendência: estima-se uma receita mundial de apostas em e-Sports de US$14 bilhões em 2020. No ano anterior, a receita gerada no ramo foi de US$7 bilhões.

Ao vivo gravado

Do lado dos desenvolvedores de jogos para casinos também já há movimentação. A empresa Pragmatic Play é uma das principais provedoras de diversões para casinos online e expandiu significativamente seu portfólio de jogos de casino ao vivo.

Apenas no mês de março, foram lançadas duas variantes de bacará e uma de roleta ao vivo. Por um lado, o investimento de empresas em opções ao vivo é muito superior à programação de máquinas automáticas: exige a contratação de crupiês, câmeras, maquiagem, manutenção de estúdio e outros gastos.

Por outro lado, o potencial de receita também é grande. A recriação fiel do ambiente de cassino supre a demanda de jogadores enclausurados por interação social, ainda que de maneira muito limitada.

Além disso, desenvolvedoras como a Pragmatic Play exploram vários formatos de jogos ao vivo, dentre os quais os jogos rápidos. A responsividade ágil dos computadores permite essa opção de interação veloz com o crupiê – especialmente atraente e desafiadora para apostadores de longa-data.

Impacto econômico

As diferenças na natureza dos serviços ofertados pelos maiores cassinos, de fato, são imensas. Mas as operações imediatamente após a dissipação da doença podem apontar para uma lógica económica bastante diversa de antes do surto.

Não se trata de um discurso utópico ou abertamente trabalhista. Matt Maddox, o CEO da cadeia hoteleira Wynn Resorts, recentemente tornou público um plano para a reabertura segura dos cassinos em Las Vegas quando a pandemia retrair sua influência nefasta. O documento indica que a retomada somente será possível com uma gestão que invista intensamente em trabalho.

O motivo para isso não é a aprovação de mais benefícios trabalhistas, ao menos por ora: as operações em lugares públicos, no mundo físico, deverão exigir a satisfação de preocupações sanitárias na preparação dos empreendimentos: será necessária mão de obra para aclimatar os ambientes e para suprir outros cuidados: equipes de limpeza, motoristas, verificadores de temperatura, profissionais de alimentação e outros.

Se isso será suficiente para impulsionar empregos num cenário econômico sombrio já é matéria para a futurologia. Porém, sem dúvida a doença já começou a demonstrar impacto nos hábitos de consumo nos cassinos.