Pets

É brincadeira ou é sério? Cientistas descobrem por que os gatos “brigam”




É brincadeira ou é sério? Cientistas descobrem por que os gatos

Quem tem irmão provavelmente já ouviu que “brincadeira de mão nunca dá certo”. Mas e no que diz respeito a brincadeira… de patas? Em um estudo publicado na última quinta-feira (26) na revista Scientific Reports, uma equipe de pesquisadores compartilhou suas descobertas após analisar diversos vídeos de gatinhos batendo uns nos outros.

Ao todo, a equipe analisou 105 vídeos de interações entre 210 gatos, e com base nisso, criou uma lista de comportamentos específicos presentes nesses registros, divididos em seis categorias:

  • Inatividade: cabeça e corpo imóveis e em posição específica, por exemplo, agachado
  • Briga: gatos em contato físico com movimentos de luta
  • Perseguição: um gato corre em perseguição ou outro gato foge
  • Interação: por exemplo, aliciamento, aproximação
  • Sem interação: atividade dirigida a si mesmo ou a um objeto inanimado, por exemplo, lamber a si mesmo
  • Vocalização: rosnar, assobiar, miar

A partir disso, os pesquisadores separaram os vídeos em três categorias de interações: brincadeira, que incluiu 40% dos gatos dos vídeos, com direito a “lutinhas” sem vocalização; agonístico, que contempla comportamentos sociais que incluem ameaça e agressão e submissão (32% dos gatos da amostra); e intermediário (28% dos gatos), em que interagiram por períodos prolongados com pausas entre eles.


Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

É brincadeira ou é briga?

A análise permitiu descobrir que: se seus gatos estão lutando, provavelmente estão brincando. Quando há atrito entre os gatos em uma casa com vários gatos, eles tendem a evitar o contato físico. Em vez disso, eles usam manobras ofensivas ou defensivas que não envolvem contato direto prolongado, como tapas.

É brincadeira ou é sério? Cientistas descobrem por que os gatos
Cientistas buscam entender por que os gatos “brigam” (Imagem: trimarchi_photo/Envato)

No entanto, se seus gatos estão vocalizando e se perseguindo entre os períodos de inatividade (como agachados), eles provavelmente estão brigando. Perseguir é bom se for mútuo, mas se só um gato está perseguindo ou fugindo, pode ser um sinal para ficar alerta.

No entanto, o próprio grupo reconhece que os gatos podem ser bastante sutis, com a utilização de expressões faciais e até feromônios para se comunicar. Esses sinais sutis podem ser igualmente importantes na diferenciação entre uma brincadeira e uma briga. Os especialistas alertam que a tensão entre gatos nem sempre é óbvia, mas pode afetar sua saúde física e mental. Isso indica a necessidade de mais estudos comportamentais.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech