Sua Música

Conheça um pouco da história do São João de Campina Grande!

Conheça um pouco da história do São João de Campina Grande! - 1

Como vocês já sabem, durante este período de São João, toda segunda-feira iremos falar a respeito de alguma festa junina do Nordeste em especial. Na última semana, falamos sobre a de Caruaru-PE, e agora chegou a vez de falarmos do São João de Campina Grande-PB, um dos mais famosos e representativos do Brasil!

O INÍCIO

Conheça um pouco da história do São João de Campina Grande! - 2

Muito antes da criação do evento, a população de Campina Grande-PB já tinha o costume de comemorar as festas juninas ao som de muito forró e com as tradicionais quadrilhas, que agitavam os bairros e clubes da cidade. Esse costume foi ganhando cada vez mais força até que em 1983, o prefeito da época, Ronaldo Cunha Lima, decidiu centralizar a festa de São João. Desta maneira, em 4 de junho daquele ano, surgiu a primeira edição do São João de Campina Grande, já com a alcunha de “O Maior São João do Mundo”.

Na ocasião, de maneira improvisada, foi montada uma palhoça, exatamente na área onde hoje é o Parque do Povo, para que as pessoas dançassem aquele forró que tanto gostamos! Na época, o local era apenas um grande terreno baldio que foi desapropriado pela prefeitura da cidade, e nele construído um piso simples de cimento. Outro fato marcante é o famoso letreiro, com a frase “O Maior São João do Mundo”, que já estava lá. Para deixar a festa ainda mais bonita, muitas pessoas levaram bandeirolas e objetos temáticos, sendo tudo organizado pelo próprio povo, sem empresas envolvidas.

Um ano depois, em 1984, a segunda edição do evento contou com a duração de 30 dias, nascendo ali esta tradição de um mês de festa que é mantida até os dias atuais. Naquele ano, o evento foi realizado do dia 2 de junho a 1º de julho, e além da famosa palhoça, começou a contar com apresentações que aconteciam em cima de um caminhão, agitando ainda mais o público presente.

PIRÂMIDE OU FOGUEIRA?

Desde sua primeira edição, já estava escrito no destino do São João de Campina Grande que ele seria um dos maiores eventos do Brasil, e assim é até hoje! Com todo o sucesso alcançado logo nos primeiros anos, em 1986 a prefeitura optou pela construção do Parque do Povo, com o objetivo de aprimorar e desenvolver ainda mais o festival. Uma das primeiras construções do local foi a da famosa “Pirâmide”, que na verdade foi construída para ser uma fogueira. Porém, devido ao seu formato, a obra ficou mesmo conhecida como “Pirâmide do Parque do Povo”. Outro fato curioso é que a intenção era que o local fosse chamado de “Forródromo”, fazendo referência ao Sambódromo de São Paulo.

Naquele mesmo ano de 1986, a profissionalização do evento já começava a ser notada, ganhando grandes proporções. Um palco para shows foi montado e centenas de barracas com bebidas e comidas típicas começaram a tomar conta do local. As barraquinhas eram de ambulantes e pessoas que possuíam cantinas em Campina Grande-PB e aproveitavam a ocasião para conseguir uma renda a mais. Dez anos depois, um padrão de montagem foi adotado, padronizando todas as barracas e deixando o evento ainda mais organizado, levando em conta também o padrão estético. Veja abaixo a mudança:

(Foto: Cléa Cordeiro/Memorial do Maior São João do Mundo/Arquivo Pessoal)

SUCESSO REPENTINO

Organizado oficialmente no ano de 1983, o São João de Campina Grande não demorou muito tempo para se tornar um evento com grande notoriedade no cenário nacional. Quatro anos depois, em 1987, a festa já integrava o calendário oficial do Instituto Brasileiro de Turismo, ganhando ainda mais repercussão, e começando a atrair públicos de diversos lugares do Brasil. Tamanho o sucesso que em 1989, a prefeitura teve de realizar uma obra de expansão no Parque do Povo, que pôde receber um público ainda maior.

A ENCANTADORA CIDADE CENOGRÁFICA

Quem conhece o São João de Campina Grande, com certeza se encanta por sua cidade cenográfica. A mesma surgiu em 1999, trazendo em sua construção réplicas de prédios históricos e templos da cidade. O local conta com as réplicas do Telegrapho, Cassino El Dourado, Cine Capitólio, a Catedral de Nossa Senhora da Conceição e a representação da Vila Nova da Rainha, local este onde surgiu a população que deu origem à Campina.

Conheça um pouco da história do São João de Campina Grande! - 11

CASAMENTO COLETIVO

Um dos grandes destaques do São João de Campina Grande, além dos shows, danças e festas, é o tradicional casamento coletivo que acontece no dia 12 de junho, véspera do Dia de Santo Antônio, conhecido como o “santo casamenteiro”. Há mais de trinta anos o evento celebra a união de mais de 100 famílias, dando à pessoas de menor poder aquisitivo, a oportunidade de realizar o sonho de se casar. O “Casamento Coletivo” será realizado nesta quarta (12), às 19h na pirâmide do Parque do Povo.

Conheça um pouco da história do São João de Campina Grande! - 12
(Foto: Rafael Melo/G1/Arquivo)

LOCAL DO PALCO JÁ PASSOU POR VARIAÇÕES

Dos anos 2000 a 2013, o palco principal que sempre ficou na parte de cima do Parque do Povo, foi montado na parte de baixo da praça. De acordo com historiadores, na época a cidade acabou criando uma divisão de classes sociais, onde muitas pessoas brincavam que a parte superior, dividida pela pirâmide, era para ricos, enquanto a inferior era para os pobres. Em 2014, o palco retornou a parte de cima.

SÃO JOÃO DE CAMPINA GRANDE 2019

Neste ano de 2019, as grandes novidades são: o posicionamento da gigante fogueira (montada ao fundo da área de shows em frente à pirâmide) e dos camarotes (foram aproveitadas também as laterais paralelas à rua Sebastião Donato e ao lado do Centro Cultural).

O palco 360°, adotado em 2017, continua garantido a interação dos artistas com o público na área aberta, camarote e área vip, agora com um recuo que oferece ainda mais espaço para o público que está no pátio.

Fonte: Sua Música


Talvez você também goste