Sua Música

O Grande Encontro volta a Salvador em agosto

O Grande Encontro volta a Salvador em agosto - 1

Foto: Reprodução

Depois do sucesso que fizeram em apresentações separadas no São João do Pelourinho, em agosto eles se apresentam juntos em Salvador. No dia 25, o Grande Encontro, formado por Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença se apresentam na Concha Acústica.

Um dos espetáculos mais aclamados da música brasileira, o show celebra os mais de 20 anos de amizade do trio. No repertório, entre trios, duetos e momentos solos em cena, os clássicos que todo mundo quer ouvir como Anunciação, Banho de Cheiro, Dia Branco, Tropicana, Moça Bonita, Caravana, Belle de Jour, Canção da Despedida, Coração Bobo, Táxi Lunar e Bicho de Sete Cabeças.

Elba Ramalho é uma das referências do forró no Brasil, dona de um timbre inconfundível e de uma energia eletrizante. Prestes a completar 35 anos de carreira, a Ave de Prata continua a dar um banho de musicalidade. Seus espetáculos abrangem todos os públicos. Elba justifica a imensa abrangência do seu público pela versatilidade do seu trabalho. Não existe nada de standard em seu canto, que domina com a mesma propriedade canções típica do nordeste brasileiro, baladas românticas, rocks, sambas e até o blues norte-americano.

Geraldo Azevedo é violonista, cantor e compositor, em seu trabalho é possível encontrar, lado a lado, líricas canções de amor, como Dia Branco, e números caribenhos cheios de swing, como Veneza Americana. Há ainda um sabor urbano em Taxi Lunar e ritmos regionais, que cantam o sertão e demais ícones da cultura e do folclore nordestino, como Morena Linda Flor. Geraldo elabora suas canções em parceria com poetas/amigos fiéis, seja desde o princípio de sua carreira, com Carlos Fernando e Renato Rocha, ou em anos mais recentes, ao lado de Capinan e Fausto Nilo.

Alceu Valença é intérprete de sucessos como Bobo da Corte, Coração Bobo, Anunciação, Girassol e Como Dois Animais, Alceu Valença é interprete também de Tropicana, Belle de Jour e Táxi Lunar. Com mais de 50 anos de carreira, é cantor, compositor e cineasta. Surgiu como expoente da geração da música nordestina nos anos 70 e foi um dos primeiros a promover a união do som do agreste nordestino com a guitarra elétrica.

Fonte: Sua Música


Talvez você também goste