Futebol

0,5 gol por partida: Carioca 2020 tem ‘cartão de visitas’ assustador

0,5 gol por partida: Carioca 2020 tem 'cartão de visitas' assustador - 1

​Neste último final de semana, tivemos o ‘pontapé inicial’ de alguns dos ​Estaduais pelo Brasil (você pode ver as datas de início de todos eles ​aqui). No Rio de Janeiro, o outrora charmoso Campeonato Carioca experimentou sua primeira rodada, negativamente surpreendente pelo baixíssimo nível técnico e atratividade.

​​Seis partidas ‘agitaram’ o fim de semana de futebol em terras cariocas. 12 equipes em campo. E um número assustador de apenas três gols anotados, consolidando uma média de 0,5 gol/partida na rodada de estreia do torneio. Três placares igualados em zero e outras três vitórias pela vantagem mínima (1 a 0). Nenhuma partida com mais de uma bola na rede.

O espantoso número de gols anotados é um dos principais sintomas do baixíssimo nível técnico da competição, que parece se deteriorar a cada ano. Gigante do Estado e do futebol brasileiro, o ​Vasco escancarou sua falta de repertório logo no primeiro jogo do ano, arriscando surreais 44 cruzamentos durante o duelo contra o Bangu. Nem mesmo o ​Fluminense, único dos quatro grandes a estrear com vitória, teve boa atuação diante da Cabofriense, jogo também marcado por uma arbitragem pavorosa e que empilhou erros em lances capitais.

 

Gabriel Barbosa,Ricardo Graça,Richard

Com duas semanas de pré-temporada e elencos ainda em formação, é óbvio não ser justo cobrar grande rendimento e entrosamento logo no primeiro compromisso do ano. Não se trata disso. O que está em debate é justamente a ‘obrigatoriedade’ de participação em um campeonato defasado, pouco lucrativo e cansativo, de nível técnico questionável e apelo ainda menor das arquibancadas. Não à toa, o expediente de encarar o Estadual com time reserva ou de juniores tem se tornado prática comum entre os grandes clubes.

Fonte: 90min


Talvez você também goste