Futebol

100%? São Paulo aposta fichas em Hernanes ‘voando’ no pós-Copa América

100%? São Paulo aposta fichas em Hernanes 'voando' no pós-Copa América - 1

​Contratado com enorme badalação no início da temporada, Hernanes passou longe de repetir, no primeiro semestre, o nível de atuações que conseguiu emplacar durante sua passagem anterior pelo futebol brasileiro. As expectativas seguem altíssimas em torno do meio-campista do ​São Paulo, que trabalha duro na pausa para escantear de vez a defasagem física e fazer a diferença com a camisa tricolor no retorno do calendário.

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Como destaca o ​Lance!, este período de um mês sem partidas é encarado nos bastidores tricolores como o ‘agora ou nunca’ para o Profeta entrar no ritmo do futebol brasileiro e se readaptar ao clube. Apresentando boa evolução física e planamente recuperado de lesões, o meio-campista tem sido um dos destaques do São Paulo na intertemporada, aumentando as esperanças do torcedor em um Hernanes ‘voando’ no segundo semestre.

Precisava de um tempo para realmente recuperar o músculo, e agora nesse tempo nós estamos trabalhando para preparar o músculo. Os treinamentos estão sendo bem intensos, está sendo bem legal. Eu estou bem contente, estou bem feliz, porque era o que eu precisava para me colocar em forma em todos os sentidos, acho que os treinamentos estão sendo bem aproveitados, todo mundo está com espírito muito bom, trabalhando forte”, declarou Hernanes.

Hernanes

Com ambições de competir em alto nível no segundo semestre – quem sabe até fazendo concorrência ao ​Palmeiras pelo título brasileiro -, o São Paulo conta demais com sua principal contratação do ano. Não há dúvidas de que, tecnicamente falando, Hernanes ainda é um jogador muito acima da média mesmo aos 34 anos, capaz de sobrar na Série A se estiver bem fisicamente. A demora para adaptação ao futebol brasileiro é comum a jogadores oriundos do futebol chinês – Tardelli vive o mesmo ‘problema’ no Grêmio -, pelo ritmo de jogo e rotina extremamente opostos em comparação ao que há no Brasil.

Fonte: 90min


Talvez você também goste