Futebol

5 motivos para acreditar que o Cruzeiro vai para a final da Copa do Brasil

5 motivos para acreditar que o Cruzeiro vai para a final da Copa do Brasil - 1

​Na próxima quarta-feira (4), o ​Cruzeiro viaja à Porto Alegre para encarar o jogo mais importante de sua temporada, até o momento. Pela semifinal da Copa do Brasil, o time mineiro tentará uma reviravolta diante do ​Internacional, afinal, foi derrotado por 1 a 0 no jogo de ida em Belo Horizonte. Confira a seguir 5 motivos que o torcedor celeste tem para acreditar que seu time estará na grande decisão do principal mata-mata nacional:

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

Status de bicampeão e ‘Rei de Copas’

Corinthians v Cruzeiro - Copa do Brasil 2018 Finals

Ainda que sala de troféus não entre em campo, a Raposa carrega consigo essa ‘mística’ de especialista nesta competição. Além de ser o atual bicampeão (2017/18), é também o clube com mais taças de Copa do Brasil, com seis conquistas totais. Nenhum clube do país, portanto, sabe jogar este torneio como o clube mineiro.


Novo ânimo e novo estilo​

Rogerio Ceni

O Cruzeiro evoluiu bastante em relação ao time passivo e improdutivo que foi derrotado no jogo de ida, em Belo Horizonte. A mudança de postura pode ser explicada pela novidade na área técnica: Rogério Ceni. O jovem treinador foi contratado para substituir Mano Menezes e vem tentando emplacar uma equipe mais veloz e ofensiva, filosofia que vem agradando o elenco.


Elenco calejado e vitorioso

Fred

É bem verdade que o elenco rival tem jogadores muito experientes e de vasto currículo, mas o Cruzeiro também conta com grandes referências técnicas em seu grupo. Nomes como Fábio, Dedé, Thiago Neves, Pedro Rocha e Fred costumam crescer em partidas deste tamanho, não à toa já foram protagonistas em inúmeras conquistas nacionais por variados clubes.


Retrospecto celeste como visitante

Pedro Rocha

Quando falamos em Copa do Brasil, o Cruzeiro pode ser chamado de ‘visitante indigesto’. Os números gerais do time mineiro jogando fora de casa são pra lá de positivos: 31 vitórias, 32 empates e 22 derrotas em 85 jogos, com 132 gols anotados e apenas 99 sofridos. Em seus últimos 14 jogos enquanto visitante nesta competição, a Raposa foi derrotada somente 2 vezes.


Desvantagem mínima

Dede,William Pottker

Em competições onde você enfrenta os maiores clubes do país, vantagens/desvantagens mínimas não costumam significar muita coisa, justamente pelo emparelhamento de forças entre clubes. Qualquer gol anotado em Porto Alegre recoloca o time mineiro na eliminatória, ou seja, a ‘montanha’ a ser escalada não é das mais íngremes.

Fonte: 90min


Talvez você também goste