Futebol

Acredite se quiser…São Paulo paga mais a ex-dirigente do que para destaque do time

Acredite se quiser...São Paulo paga mais a ex-dirigente do que para destaque do time - 1

​Em 2015, o então sócio do São Paulo, Vinícius Pinotti, emprestou 4,2 milhões de euros ao clube para que este pudesse efetivar a compra de 70% dos direitos do atacante argentino Ricardo Centurión. Além disso, repassou também uma outra quantia equivalente a R$ 4,8 milhões. Dois anos depois, quando assumiu o cargo de diretor executivo do Tricolor, teve acertado o parcelamento da dívida, que pela correção já estava em torno de R$ 21 milhões. Pois, no momento, como destaca o ​Uol Esporte, ele embolsa a cada 30 dias um valor superior ao salário de um dos destaques do time dentro de campo.

 

Centurion

Entre as partes, ficou acordado que Pinotti receberia de volta o dinheiro em 60 parcelas de cerca de R$ 350 mil. Ou seja, o pagamento será feito até 2021, restando o repasse de cerca de R$ 8,4 milhões. Segundo ele, que deixou o Morumbi desgastado junto ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva e depois de uma temporada desgastante, na qual demitiu Rogério Ceni do cargo de técnico, tudo está sendo cumprido dentro dos conformes. Mas é fato que o montante mensal fica acima, por exemplo, do que recebe Antony, garoto revelado em Cotia e que, mesmo com o mau desempenho são-paulino como time, ganhou notoriedade. Recentemente, a direção negou uma proposta de 20 milhões de euros (o equivalente a R$ 85 milhões) feita pelo Manchester City, da Inglaterra, o que dá a dimensão do que representa o garoto.

 

Antony

 

É importante lembrar que Centuríon acabou vendido pelo São Paulo em 2017 ao Genoa, da Itália, por 3,5 milhões de euros, com os brasileiros ainda ficando com 10% de uma futura negociação. Após esta transferência, o polêmico atacante ainda retornou ao Racing, da Argentina. Atualmente, defende o Atletico San Luis, do México.

 

Para mais notícias do São Paulo, clique ​aqui.

Fonte: 90min


Talvez você também goste