Futebol

As marcas negativas do início da “era Fernando Diniz” na Seleção Brasileira




Em árduo processo de reconstrução desde o fracasso na última Copa do Mundo, o Brasil ainda não se encontrou sob comando do técnico Fernando Diniz. Com o interino, a Seleção acumulou marcas negativas e se complicou nas Eliminatórias Sul-Americanas do Mundial de 2026. As novas pancadas foram sofridas nessa Data Fifa de novembro – a última deste ano.

Nos últimos dias, a Amarelinha cruzou o caminho da Colômbia e o da Argentina e somou duas derrotas, essas que vieram carregadas de feitos indesejados. Confira:

As marcas negativas do início da
Fernando Diniz conseguiu apenas duas vitórias com a Seleção até aqui. | CARL DE SOUZA/GettyImages

• Primeiro revés para Colômbia na história das Eliminatórias da Copa do Mundo

• Primeira derrota em casa na história das Eliminatórias da Copa do Mundo

• Derrotas (2 e 3) seguidas nas Eliminatórias da Copa do Mundo – algo nunca visto até então

• Apenas o 6º jogo sem marcar como mandante nas Eliminatórias da Copa do Mundo

• Mais gols sofridos que na última edição completa das Eliminatórias da Copa do Mundo (7 x 5)

• Pior aproveitamento após seis rodadas nas Eliminatórias

• Aproveitamento de 38%: duas vitórias, um empate e três derrotas

Fernando Diniz pode não disputar mais jogos oficiais pela Seleção Brasileira. Isso porque, o Brasil só vai disputar amistosos no primeiro semestre do ano que vem. Depois, a partir da Copa América, conforme a CBF, Carlo Ancelotti será o comandante da Amarelinha.

Fonte: 90min

Continua após a publicidade..