Campeonato Brasileiro

14 jogadores sul-americanos retornaram aos clubes com Covid-19 pós-Eliminatórias

Nos últimos dois jogos das eliminatórias sul-americanas, o coronavírus foi a principal “lesão” nos gramados do continente. A incidência de casos de Covid-19 na volta das partidas foi maior do que os episódios de lesão. Segundo o GE, 14 jogadores foram infectados e desfalcam seus clubes. Em contrapartida, as contusões nos jogos causaram apenas três baixas.

O líder da lista é o Uruguai, com sete atletas contaminados, em seguida, o Equador, com seis. A Seleção Brasileira teve de cortar Gabriel Menino, do Palmeiras. Em compensação, os casos de lesões afetaram o argentino Exequiel Palacios, que teve uma fratura na lombar que pode deixá-lo fora dos gramados por até três meses, e, Pedro, do Flamengo, que sentiu dores musculares.

A seguir, confira os atletas sul-americanos que estão fora dos próximos jogos:

Uruguai

14 jogadores sul-americanos retornaram aos clubes com Covid-19 pós-Eliminatórias - 1
Uruguay v France: Group A – 2010 FIFA World Cup | Laurence Griffiths/Getty Images

Os primeiros atletas infectados por coronavírus da Celeste foram: Matías Viña (Palmeiras), Luis Suárez (Atlético de Madrid) e Rodrigo Muñoz (Cerro Porteño). Os três ficaram fora da derrota por 2×0 contra o Brasil, em Montevidéu.

Depois do jogo contra a Seleção Brasileira, a equipe uruguaia realizou uma nova série de testes e confirmou que Alexis Rolín (Olimpia) e Diego Rossi (Los Angeles FC) também contraíram o vírus. Ambos foram relacionados para a partida de terça-feira, mas não saíram do banco.

14 jogadores sul-americanos retornaram aos clubes com Covid-19 pós-Eliminatórias - 2
Uruguay v Brazil – South American Qualifiers for Qatar 2022 | Pool/Getty Images

De volta ao Atlético de Madrid, o volante Lucas Torreira testou positivo e se juntou a Suárez nos desfalques de Simeone. Ambos não atuarão contra o Barcelona, neste sábado.

O último a ser diagnosticado com Covid foi Darwin Núñez, em Portugal. O centroavante do Benfica é a sétima baixa do Uruguai. A seleção também teve seis integrantes da equipe técnica contaminados.

Equador

14 jogadores sul-americanos retornaram aos clubes com Covid-19 pós-Eliminatórias - 3
“Honestida” Coalition Registers Candidacy For Presidential Elections | Agencia Press South/Getty Images

A equipe equatoriana, que teve 100% de aproveitamento nos últimos dois jogos das eliminatórias, infelizmente, não saiu ilesa das partidas. Um surto de Covid se instaurou na seleção, o que resultou em seis jogadores infectados.

Os três primeiros a contraírem o vírus foram Alan Franco (Atlético-MG), Enner Valencia (Fenerbahce) e Diego Palacios (Los Angeles FC). O número dobrou antes da última partida contra os colombianos.
Mario Pineida (Barcelona de Guayaquil), José Cifuentes (Los Angeles FC) e Moisés Corozo (LDU) entraram para a lista de contaminados por Covid-19.

14 jogadores sul-americanos retornaram aos clubes com Covid-19 pós-Eliminatórias - 4
Ecuador v Colombia – South American Qualifiers for Qatar 2022 | Pool/Getty Images

Além dos seis casos de coronavírus, o atacante Adolfo Muñoz (LDU) se lesionou. Na partida contra a Colômbia, o jogador saiu aos 32 do primeiro tempo com ajuda de uma maca. Corozo e Muñoz desfalcam a LDU na Libertadores e no campeonato nacional por, pelo menos, duas rodadas. O próximo adversário da competição internacional é o Santos, na próxima terça-feira.

Brasil

14 jogadores sul-americanos retornaram aos clubes com Covid-19 pós-Eliminatórias - 5
FBL-WC2010-BRA-DEPARTURE | FABRICE COFFRINI/Getty Images

Para a alegria dos brasileiros, a Seleção teve apenas um jogador lesionado: Pedro, do Flamengo. O craque substituiu Richarlison aos 30 minutos do segundo tempo na vitória por 1×0 sobre a Venezuela, na terceira rodada. No treino do dia seguinte da partida, sentiu dores no músculo adutor da coxa, mas, para o alívio dos flamenguistas, segundo a Coluna do Fla, o departamento médico do clube considera a lesão como simples.

14 jogadores sul-americanos retornaram aos clubes com Covid-19 pós-Eliminatórias - 6
Brazil v Venezuela – South American Qualifiers for Qatar 2022 | Pool/Getty Images

Gabriel Menino integrou a seleção na Granja Comary, em Teresópolis, mas não passou da segunda bateria de testes. O lateral está assintomático e faz parte da grande lista palmeirense de 15 jogadores infectados.

Argentina

14 jogadores sul-americanos retornaram aos clubes com Covid-19 pós-Eliminatórias - 7
Glacial Tourism In Patagonia | David Silverman/Getty Images

A lesão mais grave durante as eliminatórias foi a de Exequiel Palacios. O argentino sofreu um trauma na região paravertebral lombar esquerda após levar uma joelhada de Ángel Romero, no empate em 1×1 com o Paraguai, o que resultou em um fratura na coluna.

14 jogadores sul-americanos retornaram aos clubes com Covid-19 pós-Eliminatórias - 8
Argentina v Paraguay – South American Qualifiers for Qatar 2022 | Pool/Getty Images

A lesão de Palacios é parecida com a de Neymar na Copa do Mundo de 2014, que o deixou fora do resto da competição. O tempo de recuperação do argentino é de até três meses.

Fonte: 90min