Campeonato Brasileiro

7 jogadores que saíram da várzea e ganharam o Brasileirão ou a Libertadores

7 jogadores que saíram da várzea e ganharam o Brasileirão ou a Libertadores - 1

Quem acha que futebol brasileiro é apenas o glamour da ​Série A, acaba perdendo um mundo de possibilidades que só a várzea oferece. É nela, por sinal, que nasceram muitos craques que fizeram ou ainda fazem história na elite nacional do esporte que amamos. A seguir, listamos 7 grandes jogadores que deram seus primeiros passos na várzea e conquistaram a ​Libertadores ou o Brasileirão ao longo de suas carreiras. Confira:

 

​​Elias

 

Elias

 

O experiente volante de 34 anos já rodou por diversos gigantes do futebol, como Corinthians, Flamengo e Atlético-MG, tendo conquistado o Brasileirão 2015 com a camisa do time paulista. É um dos inúmeros casos de sucesso oriundos das várzeas de São Paulo, onde deu seus primeiros passos defendendo o Leões da Geolândia, do bairro de Vila Medeiros.


Grafite

 

Brazil

 

Hoje atuando como comentarista esportivo em um grande veículo da imprensa, o centroavante teve em 2005 o ano mais especial de sua carreira, conquistando a Libertadores e o Mundial de Clubes pelo São Paulo. Pouca gente sabe, no entanto, que sua profissionalização no futebol foi tardia: somente aos 22 anos. Antes disso, estava na futebol de várzea, que o moldou.


Leandro Damião

 

Brazil

 

O camisa 9 de passagens por Internacional, Flamengo, Santos e Cruzeiro tem a Libertadores em seu currículo, copada no ano de 2010, quando vestia a camisa do Colorado. O mais incrível de sua história é que, três anos antes de conquistar a América, Damião ainda estava em ação por times amadores de São Paulo, como Estrela da Saúde e o Tupy City.


Liedson

 

Liedson

 

Aposentado desde 2013, o atacante fez história vestindo a camisa do Sporting (POR), onde é venerado. Foi repatriado pelo Corinthians em 2011 e viveu bons anos com a camisa alvinegra, chegando a conquistar a Libertadores de 2012. Assim como Grafite, sua profissionalização foi tardia (22 anos) e as primeiras experiências foram em times de várzea da Bahia.


Ricardo Oliveira

 

Brazilian footballer Ricardo Oliveira (R

 

Aos 39 anos, o experiente atacante já se aproxima dos passos finais de sua vitoriosa carreira profissional, que lhe reservou experiências no Brasil, na Europa e também no Mundo Árabe. Os primeiros passos do camisa 9, dos quais sempre se recorda com gratidão, foram em times amadores paulistanos, como o 7 de setembro e o Estrela Vermelha.


Paulinho

 

Corinthians v Sao Caetano - Sao Paulo State Championship

 

Não há dúvida de que Paulinho é ídolo da torcida do Corinthians, clube pelo qual conquistou o Brasileirão (2011) e Libertadores (2012). Mas não é exagero falar que o volante é ainda mais ídolo no Lausanne Paulista, clube amador da zona norte de São Paulo com mais de 80 anos de existência, responsável por ‘descobrir’ seus talentos.


Bruno Henrique

 

Bruno Henrique

 

Sim, senhor! O melhor jogador do futebol brasileiro em 2019 também veio da várzea. Bruno Henrique, campeão da Libertadores e do Brasileirão pelo Flamengo no ano passado, deu seus primeiros passos de carreira no Inconfidência, time amador baseado no Bairro Concórdia, na capital mineira (Belo Horizonte).

Fonte: 90min