Campeonato Brasileiro

Diretor do Racing-ARG vem ao Brasil para negociar com Sampaoli e Santos já tem “plano B”

Diretor do Racing-ARG vem ao Brasil para negociar com Sampaoli e Santos já tem

Classificado para a Libertadores em 2020 e terceiro colocado do Brasileirão, o ​Santos faz uma boa temporada até aqui. Porém, o clube deve ficar sem Jorge Sampaoli no próximo ano, dado que a situação para a permanência do comandante se complica a cada dia que passa. A saída de Paulo Autuori do clube para 2020 dificultou ainda mais a situação do argentino, que é fã do trabalho do diretor. Caso o treinador saia, o Peixe já busca um plano B: Luxemburgo, Rogério Ceni, e Matías Almeyda, também argentino, já começam a ser especulados. 

 

FBL-BRA-SANTOS-COACH-SAMPAOLI-PRESENTATION

 

Com a dificuldade em permanecer, alguns clubes já começam a sondar a situação do comandante. O argentino tem mercado tanto na América do Sul, quando na Europa e caso deixe o Alvinegro Praiano, não deve ficar desempregado por muito tempo. Uma das equipes que tem sondado o treinador é o Racing, da Argentina.

Apesar do interesse, a negociação não é simples. Sampaoli tem contrato com o time paulista até dezembro de 2020 e de acordo com a equipe argentina, a multa do santista é de 2,5 milhões de dólares, ( cerca de R$ 10,5 milhões). Em contato com o site FOX Sports, Víctor Blanco, presidente da equipe, falou sobre a situação e se mostrou pessimista: “Não creio que o Racing possa pagá-lo”, resumiu.

 

 

Segundo informações, quem está tentado levar Sampaoli para o clube azul é o ex-jogador Diego Milito, diretor do clube que estaria no Brasil para cuidar da negociação pessoalmente: “A ESPN informa o interesse do Racing em Jorge Sampaoli. Diego Milito, diretor do clube argentino, estaria no Brasil para conversar com o técnico”, disse ​Lucas Musetti, setorista do Alvinegro pelo site Gazeta Esportiva.

 

Fonte: 90min


Talvez você também goste