Campeonato Brasileiro

Flamengo: Rodrigo Caio, em boas condições físicas, entra facilmente na briga pelo onze inicial de Paulo Sousa

O Flamengo recebeu uma ótima notícia na noite da última quarta-feira, 11, na vitória por 2 a 0 diante do Altos-PI, no Raulino de Oliveira, pela terceira fase da Copa do Brasil. E não foi o nível apresentado pela equipe de Paulo Sousa ou a já esperada classificação para as oitavas de final da competição, mas, sim, o excelente retorno do zagueiro Rodrigo Caio.

Com problemas físicos, o defensor desfalcou o Fla nos últimos cinco meses e estreou na temporada apenas nesta semana. E foi bem. Com muita segurança e a técnica já conhecida, o camisa 3, que ostentou a braçadeira de capitão, ficou em campo durante 45 minutos e foi impecável, mostrando muita eficiência na defesa e colaborando no ataque.

Flamengo: Rodrigo Caio, em boas condições físicas, entra facilmente na briga pelo onze inicial de Paulo Sousa - 1
Rodrigo Caio, em forma, briga por vaga entre os titulares do Flamengo. | Bruna Prado/GettyImages

Com a atuação acima do projetado para um atleta que ficou meses longe dos gramados, Rodrigo Caio mostrou que ainda pode ser muito útil para o Flamengo e, além disso, que tem condições de brigar por uma vaga entre os titulares. Em boas condições físicas, o zagueiro acrescenta muito na parte defensiva e é mais uma peça para ajudar na problemática saída de bola da equipe.

O histórico de lesões não favorece o zagueiro, que enfrentou diversos problemas físicos nos últimos anos, mas o seu potencial e o que já mostrou até aqui certamente o diferenciam de grande parte dos defensores em atividade no país. Não à toa o técnico Tite o citou ao falar em “portas abertas” na última convocação da Seleção Brasileira. É um nome para se observar.

Em resumo, Rodrigo Caio foi muito bem e mostrou um belo futebol em seu retorno ao Flamengo, mas ainda é cedo para projetar qual será o seu verdadeiro espaço na equipe. Se continuar saudável, brigará facilmente por vaga no onze inicial. Apenas o tempo trará essa resposta.

Fonte: 90min