Campeonato Brasileiro

Luan faz revelação que pode afastar árbitro após prejuízo ao Palmeiras

Luan faz revelação que pode afastar árbitro após prejuízo ao Palmeiras - 1

Neste domingo (11), o ​Palmeiras perdeu uma ótima oportunidade de colar na liderança do Campeonato Brasileiro ao ficar no empate por 2 a 2 com o Bahia, no Allianz Parque. O Verdão confirma a fase instável após a Copa América e ainda não sabe o que é ganhar pela competição neste segundo semestre. O ponto fez a equipe chega a 29, ainda a três de distância para o Santos, que tem duas triunfos a mais na classificação.

Mas os dois pontos desperdiçados em casa ficaram em segundo plano diante da confusa arbitragem do mineiro Igor Benevenuto. A expulsão de Felipe Melo ainda na etapa inicial após cotovelada em Lucca – quando o Palmeiras vencia por 1 a 0 – e o segundo pênalti assinalado com o auxílio do VAR irritaram muito os jogadores e torcida palestrinos. Em entrevista coletiva após o jogo, Felipão concordou com o cartão vermelho ao “Pitbull’ e prometeu puxão de orelha durante a semana. 

 

Felipe Melo

 

O lance aconteceu quando o camisa 30 do Palmeiras subiu com o braço aberto em disputa com Lucca, ex-Corinthians, que caiu desacordado e chegou a sangrar. O árbitro expulsou diretamente Felipe, que queria a repetição da jogada no vídeo. O treinador alviverde não reclamou da decisão da arbitragem. Hoje a falta era nítida para que ele fosse expulso. Hoje já conversamos, vamos conversar de novo, mostrar o vídeo, o lance, saber a razão daquilo, para que a gente tenha uma naturalidade maior do que já estávamos tendo”, disse o treinador. 

Foi a primeira vez em quase um ano que Felipe recebeu o cartão vermelho. Antes o volante tinha sido expulso ainda no primeiro também do jogo contra o Cerro Porteño pela Libertadores. Até aqui, no Verdão, ele foi para o chuveiro antes quatro vezes. Consequentemente o meio-campista está fora da partida do próximo sábado (17) contra o Grêmio, em Porto Alegre. 

Quanto ao lance do suposto pênalti do zagueiro Luan em Arthur Caíque, o palmeirense desabafou contra a arbitragem na zona mista. Para completar, revelou que o próprio atacante do Bahia lhe pediu desculpas, sugerindo que a jogada foi normal. “Durante o jogo, ele brincou comigo: ‘foi pênalti, foi pênalti’. Mas, depois, ele falou que não foi pênalti, que ele me chutou e me pediu desculpas. Mas é um assunto muito chato, e o único prejudicado é o Palmeiras”, contou o defensor.

Eu revi o lance. Tenho a certeza de que não fiz o pênalti. Se uma coisa que veio para ajudar, acaba prejudicando um trabalho… Não são só 11 que estão ali jogando, que se beneficiam quando o Palmeiras ganha. A gente tem uma família por trás, tem funcionários do clube que dependem da gente. Hoje eu posso falar com certeza que fomos prejudicados com um erro da tecnologia que veio para ajudar”, lamentou Luan.

 

 

 

 

 

Se a CBF entender que houve erro comprovado de Igor Benevenuto, há possibilidade de gancho para o juiz nas próximas rodadas. Pelo menos, na Série A. Nesta segunda-feira, deve haver uma declaração ou comunicado de Leonardo Gaciba, chefe da arbitragem da entidade, sobre a polêmica do VAR no duelo em São Paulo. Pela demora na decisão dos dois lances de penalidade contra o Palmeiras, o juiz deu 10 minutos de acréscimo. 

Fonte: 90min


Talvez você também goste