Campeonato Brasileiro

O futebol ficou chato no Brasil?

O que aconteceu com o futebol brasileiro? Será que de fato a principal modalidade do país ficou chata? Caiu a qualidade? É comum ver nas redes sociais que está cada vez mais difícil assistir os jogos dos times nacionais, e os campeonatos estão cada vez piores.

Será que isso é verdade?

O pior é que sim; veja os motivos para isso.

Queda na qualidade

O futebol ficou chato no Brasil? - 1
2020 Brasileirao Series A: Corinthians v Santos Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Alexandre Schneider/Getty Images

O principal fator que resulta na redução do interesse pelo futebol brasileiro é a qualidade do jogo praticado. Em épocas passadas, o Brasil contava com os maiores craques nascidos no país. Era Romário e Edmundo no Flamengo; Marcelinho Carioca no Corinthians; e outros grandes nomes que atuavam no Campeonato Brasileiro.

Hoje em dia, isso dificilmente acontece. A primeira e a segunda linha do esporte brasileiro é exportada muito cedo, servindo aos clubes europeus e abandonando os brasileiros, que servem apenas de ‘escola’ de formação para atletas que deixam o país cada vez mais novos, com 17, 18 anos.

O que resta no Campeonato Brasileiro são as classes C, D, E e por aí vai de jogadores. Quando um craque retorna, é já em uma idade avançada, sem devolver tanto o quanto poderia para os clubes que os contratam.

Novas ofertas de entretenimento

O futebol ficou chato no Brasil? - 2
2020 Brasileirao Series A: Santos v Gremio Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID – | Alexandre Schneider/Getty Images

Nas décadas passadas, o futebol era o principal meio de entretenimento. Uma final entre Corinthians e Palmeiras tinha o poder de ‘parar’ o estado, e até o país. Isso acontecia também porque não se havia outras grandes ofertas de entretenimento, já que o acesso à TV era reduzido às emissoras abertas que transmitiam o futebol.

Hoje em dia, a situação está um pouco diferente. O futebol recebeu a concorrência dos games e da internet. O jovem não tem apenas a opção de assistir TV, mas também de acompanhar a Twitch, curtir os canais do YouTube ou jogar o título preferido online. Portanto, o futebol precisa entender que não sobreviverá se não entender que precisa se diferenciar.

Choque de gerações

O futebol ficou chato no Brasil? - 3
Brazil v Bolivia – South American Qualifiers for Qatar 2022 | Pool/Getty Images

As gerações passadas ficam presas a um jeito ‘raiz’ de categorizar o futebol como ‘bom’. Os jogadores aclamados eram polêmicos, falastrões e despojados. Atualmente, é difícil enxergar algo nesse sentido, já que a sociedade como um todo mudou bastante nos últimos anos. E parece que o futebol não se preparou para isso.

O futebol ainda carrega consigo vícios e pensamentos antigos, que barram o avanço do esporte e freiam a entrada de novos aficionados. Não adianta querer que o futebol ‘raiz’ sobreviva se o futebol em si não sobreviver.

Quer saber mais sobre o assunto? Então assista ao vídeo abaixo:

Fonte: 90min