Champions League

Fake news inglesas: boatos ligando Wenger ao Manchester United são falsos

Fake news inglesas: boatos ligando Wenger ao Manchester United são falsos - 1

Acumulando maus resultados e performances muito abaixo das expectativas pelo seu tamanho, o Manchester United tem estado no ‘olho do furacão’ dos noticiários esportivos europeus. Nas últimas semanas, por sinal, surgiram boatos de que o veteraníssimo Arsène Wenger, por mais de duas décadas arquirrival (ex-Arsenal), estaria de olho na possibilidade de comandar os Red Devils. A ‘notícia’ foi recebida com estranheza no Reino Unido, reação justa devido o histórico/conexão do francês com o clube londrino.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

De acordo com a ​90MiN britânica, tudo não passou do que aqui conhecemos como ‘fake news’. Falas inverídicas foram atribuídas ao treinador de 69 anos, dentre elas a de que o próprio enxergava o Manchester United como seu ’emprego dos sonhos’, e que ele já teria ideias de como fazer o clube reencontrar o caminho das glórias e das vitórias.

Wenger até foi entrevistado recentemente por um grande veículo de imprensa (beIN Sports), mas nenhuma dessas falas foi registrada no bate-papo. Tratam-se de boatos fabricados, muito oportunos pelo momento de instabilidade vivido pelo norueguês Ole Gunnar Solskjaer à frente da comissão técnica do Manchester United.

Comandante dos Gunners por 22 anos de sua carreira, o francês foi o grande rival do United ao longo dos anos 90/00, período de enorme prosperidade para o clube de Manchester sob a batuta do lendário Alex Ferguson. Arsène Wenger está livre no mercado desde 2018, ano em que anunciou o fim de seu ciclo no clube londrino.

Fonte: 90min


Talvez você também goste