Copa América

Deu Brasil! Seleção despacha Argentina e avança à final da Copa América

Deu Brasil! Seleção despacha Argentina e avança à final da Copa América - 1

​Foi um clássico com todos os temperos dignos de um confronto tão marcante como um Brasil e Argentina de mata-mata. Teve de tudo um pouco no Mineirão lotado para prestigiar a semifinal da ​Copa América: craques, lances de perigo, belos gols, intensidade de ambos os lados, gritos de olé e muita rivalidade. A torcida que compareceu ao estádio (55.947 presentes) não se decepcionou. Vitória brasileira por 2 a 0.

Gabriel Jesus,Franco Armani

O primeiro tempo foi de domínio mais evidente do lado verde e amarelo. Apesar do equilíbrio, a Seleção Brasileira parecia mais consciente de seu jogo. Mais segura, com Gabriel Jesus incomodando na direita e Firmino centralizado no ataque. Os minutos iniciais foram de soberania quase absoluta, tanto que ​Messi pouco foi notado. As chances de gol, no entanto, eram raras. As finalizações eram escassas. Isso permitiu a Argentina a “voltar ao jogo”. O camisa 10 chamou a responsabilidade da armação e igualou o duelo. Até que veio o lindo gol canarinho, justamente com posições invertidas de seus homens de frente. Aos 19 minutos, Daniel Alves chapelou o primeiro marcador, deixou o segundo no chão, abriu na direita para Firmino cruzar rasteiro para Gabriel Jesus marcar. 1 a 0 no placar, e explosão no Mineirão. O complemento da etapa inicial foi de muita intensidade (às vezes brusca até demais) e com um apagado Agüero surgindo com uma cabeçada quase certeira no travessão de Alisson. Susto geral, mas que não se converteu em pressão. O Brasil foi para o vestiário com moral.

Lionel Messi,Casemiro

A volta do intervalo trouxe uma pequena surpresa de Tite. O treinador optou por tirar Everton Cebolinha para a entrada de Willian. Questionável ou não, fato é que o segundo tempo começou a todo vapor, com jogadas de muito perigo de ambos os lados. Messi, aos 11, quase empatou com uma bomba de canhota na trave. No rebote, depois de muita briga na área, o craque do Barcelona ainda conseguiu arrematar em diagonal, levando mais perigo à meta brasileira. Era pressão hermana num momento delicado para o time da casa, que acabara de perder Marquinhos por lesão (Miranda entrou em seu lugar).

Roberto Firmino

Mas o futebol, ah, o futebol! Foi justamente num dos momentos mais delicados para o Brasil que saiu o segundo gol, anotado por Roberto Firmino, depois de ótima jogada de contra-taque de Gabriel Jesus. Ampliar a vantagem aos 27 minutos foi crucial para respirar um pouco mais aliviado. Dali em diante, a Seleção administrou o placar construído e correu poucos riscos. Ainda deu tempo para Allan entrar no lugar de Jesus para ajudar na contenção. Aos gritos de “olé”, o escrete canarinho fez seu papel, mandou a equipe rival de volta para casa e, de quebra, retornou a uma final de Copa América, algo que não acontecia há doze anos. Agora aguarda o vencedor de Chile e Peru para a grande decisão no Maracanã, no próximo domingo.

Fonte: 90min


Talvez você também goste