Futebol

Em entrevista, Edílson explica discussão com Henrique e critica duramente o time do Cruzeiro

Em entrevista, Edílson explica discussão com Henrique e critica duramente o time do Cruzeiro - 1

O Cruzeiro perdeu mais uma vez no Campeonato Brasileiro e vai para a última rodada com muitas chances de ser rebaixado pela primeira vez em sua história para a Série B. O time celeste novamente não fez uma boa partida e perdeu para o Grêmio por 2 a 0, sem que os gaúchos fizessem muita força no jogo. Com o tropeço, a ​Raposa ficou na décima sétima posição com 36 pontos, vai precisar desesperadamente vencer o Palmeiras no domingo (08), e torcer que o Ceará não vença o Botafogo, no Rio de Janeiro.​​

 

FBL-LIBERTADORES-HURACAN-CRUZEIRO

 

Durante a partida, uma discussão entre o os medalhões Edílson e Henrique chamou atenção dos cruzeirenses. No pós-jogo, o lateral-direito explicou que tinha tomado cartão amarelo e o capitão do clube mineiro foi afastá-lo da confusão; no clima quente, houve um bate-boca entre ambas as partes. Ainda na entrevista, o lateral criticou bastante a equipe cruzeirense e disse que os atletas foram “cabaços”.

Acredito que meu time foi pouco experiente. Luciano tocou no meu rosto e tínhamos que jogar a bola para fora para pressionar o arbitro a olhar o VAR. Fiquei puto com meu time. Meu time foi cabaço”, desabafou o jogador celeste.

 

 

Edílson, inclusive, está suspenso para a decisão contra o Verdão, assim como Egídio e Ariel Cabral. Com isso, Adilson Batista terá que modificar o time titular e ir com algumas novidades para o final de semana. Mais uma vez os torcedores cruzeirenses devem comparecer ao Mineirão para apoiar o clube até o final e tentar evitar uma mancha que ficaria marcada em toda a história do Cruzeirão Cabuloso. O elenco volta para Belo Horizonte ainda hoje e terá mais dois dias para treinar e se preparar visando o confronto contra os paulistas.

Fonte: 90min


Talvez você também goste