Futebol

Fora da Libertadores, Boca Juniors mira em Jorge Sampaoli

Fora da Libertadores, Boca Juniors mira em Jorge Sampaoli - 1

Ainda que as chances de título brasileiro para o ​Santos sejam remotíssimas – hoje o Peixe é o terceiro colocado com 51 pontos, a 13 do líder Flamengo -, o trabalho de Jorge Sampaoli é aprovado majoritariamente no clube. Em entrevista nos últimos dias, o presidente José Carlos Peres não cogita a possibilidade de perder o treinador argentino para 2020, tanto que há até multa rescisória em contrato para quem ousar tentar tirar o comandante antes de dezembro da próxima temporada.

Ainda assim, há sondagens frequentes de clubes e até Seleções a Sampaoli. No último mês, o Lyon, da França, estaria interessado em contar com o mentor após a demissão de Sylvinho do cargo. Nada chegou a Peres, que se manteve confiante na permanência do seu funcionário. Nossa reportagem, todavia, apurou em parceria com o ​colaborador Roberto Suehiro, que traz informações exclusivas da Vila Belmiro, que o Boca Juniors pode, nos próximos dias, iniciar conversas com o sentido de contratar o atual comandante do Peixe.

 

Jorge Sampaoli

 

Após a eliminação da Libertadores para o arquirrival River Plate, na última terça-feira (22), o atual treinador do Boca, Gustavo Alfaro conversou com a imprensa em tom de despedida e indicou que não deve permanecer no cargo ao término do ano. Vários veículos da Argentina já indicavam Sampaoli entre os possíveis nomes para assumir o comando em La Bombonera, junto de Gabriel Heinze, que dirige hoje o Vélez Sarsfield, e Martin Palermo, que treina o Pachuca, do México.

 

 

Oficialmente a diretoria do Santos nega qualquer proposta ou sequer tratativa do Boca em levar Sampaoli. Em diversas entrevistas, o treinador manifestou seu desejo de cumprir seu vínculo até o final na Baixada. Vários jogadores do atual plantel alvinegro desembarcaram no CT Rei Pelé por sua indicação, casos de Soteldo, Cueva, Uribe, Felipe Aguilar, entre tantos outros nomes. Neste sábado (26), o Peixe faz o clássico paulista contra o Corinthians, em Itaquera, a partir das 17h (horário de Brasília), buscando reduzir a diferença para o Flamengo e ultrapassar o Palmeiras na classificação.

Fonte: 90min


Talvez você também goste