Futebol

Gabriel sai do muro, dá preferência para 2020 e causa “briga” entre Atlético-MG e Botafogo

Gabriel sai do muro, dá preferência para 2020 e causa

​O Campeonato Brasileiro chegou ao fim neste domingo (08). ​Atlético-MG e ​Botafogo têm em comum pouquíssimos pontos para comemorar de suas respectivas campanhas ao longo das 38 rodadas. Enquanto os mineiros ficaram apenas na 13ª colocação com 48 pontos, o Glorioso conseguiu escapar do rebaixamento, porém o 15° lugar – com 43 – não garantiu o posto na Copa Sul-Americana, desbancado exatamente pelo rival Fluminense exatamente no jogo decisivo. 

Além da má campanha no Brasileirão, Galo e Glorioso ainda não estão liberados para as férias. Muito pelo contrário, pois o planejamento para 2020 já começou há bastante tempo principalmente para apagar a temporada conturbada de cada um. O zagueiro Gabriel pode-se considerar um dos únicos do elenco de Alberto Valentim isentos a críticas, já que honrou suas atuações com a camisa botafoguense. Agora a tendência é que o camisa 2 retorne a Belo Horizonte, onde tem vínculo em definitivo.

 

Brazilian Football League Serie A - Brasileirao Assai 2019

Nesta semana, o diretor do Atlético, Rui Costa, deve enviar um ofício ao Botafogo de maneira a pedir de volta o jogador de 24 anos, que foi envolvido na negociação para a transferência de Igor Rabello à Cidade do Galo. Entretanto é desejo de Gabriel permanecer no Rio de Janeiro, como declarou na zona mista do Nílton Santos após o empate com o Ceará. Com 52 partidas no currículo pelo Glorioso, o beque caiu nas graças do torcedor e se diz disposto a jogar em 2020 pelo clube carioca. 

“Foi apenas o primeiro ano de muitos anos que eu quero permanecer aqui no Botafogo. Já deixei bem claro para a diretoria que eu quero ficar. Não depende só de mim. Tenho contrato a cumprir no Atlético-MG”, disse Gabriel. “Foi um ano difícil, meio turbulento. O Botafogo não pode ficar feliz apenas só porque não caiu para a segunda divisão. O clube é tão grande para pensar tão pouco assim. Temos que melhorar. O Botafogo merece estar brigando por Libertadores e títulos”, completou o defensor. 

 

 

 

Além da questão de Gabriel, Atlético e Botafogo também discutirão internamente sobre o futuro de suas comissões técnicas. Em Belo Horizonte, o diretor Rui Costa ainda desconversa sobre a manutenção de Vagner Mancini, mas tudo indica nos bastidores que um novo comandante irá assumir em janeiro. Na zona mista do Beira-Rio, onde o Galo acabou derrotado pelo Internacional, o diretor de futebol confirmou a renovação do contrato de Marquinhos até 2023. No Rio, a rejeição a Alberto Valentim aumentou consideravelmente ao término do Brasileirão e o nome de Rogério Ceni, destaque pelo Fortaleza, ganha força em General Severiano. 

 

​Foto: Vitor Silva/Botafogo

Fonte: 90min


Talvez você também goste