Futebol

Grêmio domina ações, bate Furacão e abre boa vantagem na Copa do Brasil

Grêmio domina ações, bate Furacão e abre boa vantagem na Copa do Brasil - 1

​Na noite desta quarta-feira (14), a fria cidade de Porto Alegre recebeu uma grande partida que transcorreu em altíssima temperatura. No jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, ​Grêmio e ​Athletico Paranaense se enfrentaram e protagonizaram confronto intenso, com os donos da casa levando a melhor e construindo bela vantagem: 2 a 0, gols de André e Jean Pyerre. A volta será disputada no dia 4 de setembro, às 19h de Brasília na Arena da Baixada.

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Primeiro tempo

Grêmio domina ações, bate Furacão e abre boa vantagem na Copa do Brasil - 2

​(Crédito da foto: Staff Images)

Tentando tirar proveito do fator casa – algo que costuma fazer muito bem especialmente em jogos eliminatórios -, o Tricolor Gaúcho assumiu as rédeas da partida logo nos minutos iniciais, explorando bastante o seu lado esquerdo de ataque. Matheus Henrique ditou o ritmo no meio-campo e Everton Cebolinha, infernal nos primeiros 45 minutos, ganhou quase todas em cima do veterano Jonathan. Os dois, por sinal, construíram a jogada que abriu o marcador aos 24′: o volante puxou contra-ataque e abriu para o ponta, que em um toque de muita classe, colocou a bola na cabeça de André. Com 1 a 0 no marcador, o Grêmio seguiu senhor da partida, concedendo apenas uma finalização de perigo ao Furacão: aos 41′, Cirino e Marco Ruben fizeram boa tabela na entrada da área, com o camisa 11 concluindo pra fora.


Segundo tempo

Jean Pyerre

Se alguém esperava um Furacão mais ofensivo na segunda etapa, se frustrou. Irreconhecível, o time de Tiago Nunes seguiu acuado e pouco assustou a defesa gremista, soberana no duelo. Percebendo que poderia construir uma vantagem ainda melhor, o Imortal se lançou ao ataque e quase ampliou novamente com André, mas o centroavante acabou se enrolando na frente de Santos, desperdiçando chance cara a cara. Aos 26′, Everton arrancou sozinho e foi derrubado com falta, bem próximo à meia-lua. Jean Pyerre aproveitou vacilo do Santos na formação da barreira e cobrou firme no cantinho, sem chances para o goleiro do Furacão. Alisson e Diego Tardelli ainda tiveram oportunidades de ouro para ampliar o marcador, mas desperdiçaram lances claríssimos e mantiveram a eliminatória ’em aberto’.

Fonte: 90min


Talvez você também goste