Futebol

Histórico: Austrália define pagamento igualitário para seleções masculina e feminina

Histórico: Austrália define pagamento igualitário para seleções masculina e feminina - 1

Na última terça-feira (5), uma notícia vinda da Austrália aqueceu o coração de quem luta pela equidade de gênero no futebol. ​Em reunião, a Federação Australiana de Futebol (FFA) costurou acordo com a Associação de Jogadores Profissionais da Austrália (PFA), definindo um direcionamento revolucionário: suas seleções receberão os mesmos pagamentos.

 

​​Como destaca o ​Globoesporte, o acordo sela que os/as atletas das seleções australianas masculina e feminina receberão pagamentos igualitários. Os times dividirão igualmente 24% das receitas geradas por elas (somadas), sendo que 5% dessa fatia será destinada ao desenvolvimento das categorias de base, masculina e feminina. Este pacto firmado entre as entidades tem duração inicial de quatro anos.

O futebol é um jogo para todos, e este novo acordo de negociação coletiva é outro enorme passo a caminho de assegurar que vivamos os valores da igualdade, inclusão e oportunidade. Pela primeira vez, a remuneração dos jogadores será diretamente ligada à receita gerada por nossas seleções, e isso criará um modelo sustentável, que incentivará jogadores e Federação a colaborar com o crescimento comercial”, afirmou Chris Nikou, presidente da FFA.

 

FBL-WC-2019-WOMEN-MATCH37-NOR-AUS

 

Além do pagamento igualitário, também ficou estabelecido que as ‘Matildas’ (apelido da seleção feminina da Austrália) terão acesso às mesmas condições logísticas/estruturas aplicadas ao selecionado masculino: FFA, PFA e todos as jogadoras estão orgulhosas de liderar neste caminho de dar igualdade de gênero em um jogo que amamos”, comemorou Sarah Walsh, ex-jogadora da seleção australiana e Chefe de Desenvolvimento do Esporte da FFA.

 

Para ler mais notícias sobre o futebol feminino, clique ​aqui.

Fonte: 90min


Talvez você também goste