Futebol

Huachipato estuda “represália”, mas Santos se diz tranquilo com renovação de Soteldo

Huachipato estuda

O anúncio da renovação de contrato de Soteldo com o Santos não caiu bem no Huachipato, clube que detém 50% dos direitos econômicos do atleta. Internamente, os chilenos discutem uma fora de tentar, via Justiça, um ressarcimento pelo fato de o Peixe não ter vendido o atleta ao ​Atlético-MG, que ofereceu R$ 51 milhões. A informação é do ​Globoesporte.com.

 

 

Na visão do Huachipato, o Santos, por recusar a oferta do Galo, estaria obrigado a comprar os outros 50% do atacante por US$ 6 milhões (o equivalente a R$ 26 milhões). Só que, conforme a versão do Peixe, esta dívida pode ser quitada até o final do contrato do venezuelano, que agora vai até dezembro de 2023.

 

 

A situação só seria diferente se chegasse uma proposta que cobrisse a multa rescisória, o que não foi o caso. Ou seja, os dirigentes paulistas se dizem absolutamente tranquilos quanto ao tema e uma possível represália. Para ter Soteldo, o Santos pagou US$ 3,3 milhões no início do ano passado. Agora, após ser um dos grandes destaques da temporada de 2019, ganhou também uma valorização salarial.

Para mais notícias do Santos, clique ​aqui.

Fonte: 90min


Talvez você também goste