Futebol

Ídolo do PSG, Raí celebra participação no rival Paris FC: ‘Nova aventura’

Raí está de volta ao futebol parisiense. Mas não da maneira que você está pensando. Ídolo do Paris Saint-Germain, o ex-jogador tornou-se acionista minoritário do Paris FC, que atualmente disputa a segunda divisão francesa. A empresa do qual o brasileiro é sócio, a Sport Bridges Venture (SBV), adquiriu 9% das ações do clube da capital.

Raí tem uma dimensão que vai bem além do futebol“, celebrou Pierre Ferracci, presidente do Paris FC. “Nós aumentamos nosso capital em mais € 8 milhões. Esse foi o quarto aumento desde que estou à frente do time e a maior parte de nossos acionistas minoritários apoiaram nossa decisão. Mas eu conservo a maioria“, completou.

Ídolo do PSG, Raí celebra participação no rival Paris FC: 'Nova aventura' - 1
Raí garante que a nova empreitada não vai mudar a relação com o PSG | FRANCK FIFE/GettyImages

A SBV promete investir 3 milhões de euros (mais de R$ 15 milhões na cotação atual) como parte do citado aumento de capital do clube. “Teremos mais meios para recrutar [novos jogadores], mas também para as infraestruturas da equipe D1 feminina, que vai jogar na Liga dos Campeões“, detalhou Ferracci.

Raí, por sua vez, garante que a relação com o PSG, onde atuou entre 1993 e 1998, vai permanecer intacta: Não muda minha relação com o PSG, nem meu amor por ele, nem minha história com ele. Eu sempre farei parte da história dele e ele sempre fará parte da minha. Nosso relacionamento continua e continuará forte“, pontuou.

O meu amor por Paris, pelo esporte e a vontade de novos desafios que possam ter um impacto positivo em mim e na vida da sociedade, levaram-me a aceitar esta nova aventura“, declarou o ex-atleta e 57 anos em suas redes sociais. Em fevereiro de 2021, o ex-meia deixou o cargo de executivo de futebol do São Paulo, onde também é ídolo.

Ídolo do PSG, Raí celebra participação no rival Paris FC: 'Nova aventura' - 2
Raí em ação pelo PSG | Christian Liewig – Corbis/GettyImages

Toda a minha vida, meu destino e meus projetos sempre foram traçados em torno de valores, ideais, paixões e convicções muito bem definidos: solidariedade, humanismo, amor, espírito coletivo, justiça social, partilha, esporte, conhecimento, belos desafios e performance“, completou Raí. Será que muda o patamar do Paris FC?

Fonte: 90min