Futebol

Ídolo flamenguista que já trabalhou com Jesus faz altos elogios ao português

Ídolo flamenguista que já trabalhou com Jesus faz altos elogios ao português - 1

​De goleiro a empresário. Julio Cesar, ídolo da torcida do ​Flamengo, começa a se aventurar em uma nova carreira. Depois de deixar os gramados, realizou o curso de Intermediação da CBF, vai fazer aperfeiçoamento na Uefa. Ou seja, terá a missão de conduzir negócios no mundo de futebol. Só que, claro, não se furta de dar aos torcedores rubro-negros a melhor das impressão que tem sobre o técnico Jorge Jesus, com quem trabalhou em seu primeiro ano de Europa, mais precisamente em Portugal.

De torcedor para torcedor: clique aqui e siga o 90min no Instagram!

FBL-ENG-POR-ARSENAL-BENFICA-FRIENDLY

“As pessoas me procuraram para ter referências sobre o treinador. E passei as melhores possíveis. E hoje nós vemos como o Flamengo está se comportando em campo”, disse ele, em entrevista ao ​Globoesporte.com. Embora não faça questão de comparar com profissionais brasileiros, foi claro: “Cada um tem o seu estilo, suas ideias. Ele é muito exigente, cobra bastante, respira futebol 24 horas. Quando eu cheguei no Benfica, já era consagrado e bem financeiramente. Durante um treino, ele falou que eu tinha que fazer mais musculação porque a bola estava batendo na minha mão e entrando. Esse é o grau de exigência dele.”

Julio Cesar

Segundo Julio Cesar, Jesus está “encantado” com o grupo do Flamengo, o qualificando como um dos melhores com os quais já trabalhou. E o grau de comprometimento é, sim, bastante significativo. “Os jogadores absorveram isso. Essa é a filosofia dele de gerir um grupo. Vejo hoje muitas vozes dizendo que com o time que ele tem na mão é mais fácil. Não basta ter o melhor grupo. Tem que saber gerir. Isso faz a diferença. Às vezes você tem o melhor no papel, mas as coisas não dão certo porque o comandante não sabe pilotar. Ele está tendo sucesso também pela qualidade dos jogadores, mas o fator primordial é você levar o grupo, fazer com que todos pensem na mesma maneira e sigam na mesma direção. O diferencial dele é esse”, concluiu. E vamos combinar: quem vai ousar dizer que não está dando certo?

Fonte: 90min