Futebol

Instabilidade de Pato faz Raí garimpar mercado e Everaldo entra no radar

Instabilidade de Pato faz Raí garimpar mercado e Everaldo entra no radar - 1

​São Paulo provavelmente será um dos clubes gigantes do futebol brasileiro que menos reforços irá trazer para 2020. Raí, em parceria com o gerente Alexandre Pássaro, desembolsou muitos milhões para montar um time recheado de estrelas nessa temporada. Daniel Alves, Juanfran, Alexandre Pato, Raniel, Tchê Tchê, Hernanes, Pablo, Vitor Bueno, Tiago Volpi são alguns somente para citar e, por isso, o clube tem grandes chances de encerrar dezembro no “vermelho”.

 

FBL-SUDAMERICANA-CHAPECOENSE-LACALERA

 

A salvação seria vender um ou dois jogadores do elenco de Fernando Diniz nessa janela de transferências internacionais. O presidente Leco deixou claro, em entrevistas recentes, que o Tricolor Paulista vai sim contratar, mas de maneira pontual, ou seja, a direção vai ao mercado apenas para solucionar posições carentes do plantel. Na última quarta (11), o São Paulo anunciou a ida de Raniel, que chegou no meio da temporada, ao Santos em troca dos direitos em definitivo do meia-atacante Vitor Bueno, que antes estava cedido por empréstimo pelo Peixe.

O problema é que Raniel era um dos únicos jogadores de referência na área do clube. Após sua saída anunciada pela direção, Diniz só tem Pablo e Pato como alternativas, sendo que o camisa 7, mesmo com todo status de reforço de peso no início do ano, amargou a reserva nas rodadas finais do Brasileirão. Por isso, Raí está de olho em uma oportunidade no mercado. Segundo o ​comentarista Renato Nunes em seu blog, Everaldo, do Querétaro-MEX, foi consultado pelo estafe tricolor. 

 

 

Com 13 gols, Everaldo foi o quarto maior artilheiro da última edição do Brasileirão e foi, talvez, o único destaque positivo da Chapecoense, rebaixada à Série B pela primeira vez. O centroavante não jogou as últimas partidas por conta de uma cirurgia no pé para corrigir joanetes. O atacante de 27 anos estava emprestado até o fim da temporada e os catarinenses tinham opção de compra, mas não o fizeram por sua condição financeira. Assim, o São Paulo tem caminho livre para conversar com os mexicanos. Aliás, o Querétaro é o mesmo clube que detém os direitos de Tiago Volpi, porém a direção tricolor já enfatizou que irá depositar os 5 milhões de dólares (R$ 22,7 milhões em valores atuais) para ficar com o goleiro. 

Fonte: 90min


Talvez você também goste