Libertadores

Resumo: a terça dos times brasileiros na Libertadores e na Sul-Americana

Resumo: a terça dos times brasileiros na Libertadores e na Sul-Americana - 1

​Na noite desta terça-feira (23), três clubes brasileiros estiveram em ação por competições continentais: dois pela ​Libertadores e um pela Copa Sul-Americana. No geral, noite positiva para as equipes tupiniquins, apesar de uma torcida específica ter alguns motivos para ‘dormir de cabeça quente’ após o apito final. Confira a seguir um breve resumo do que aconteceu nos duelos da noite, envolvendo Cruzeiro, Palmeiras e Fluminense:

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​River Plate (ARG) 0 x 0 Cruzeiro

Leo,Julian Alvarez

Nada melhor que um duelo entre Brasil e Argentina abrindo as oitavas de final da Libertadores, correto? Camisas pesadas no continente, River e ​Cruzeiro fizeram uma partida parelha e muito disputada, com os donos da casa tomando as rédeas do jogo e os visitantes tentando explorar possíveis contra-ataques. Apesar da pressão das arquibancadas e do status de atual campeão, o time argentino teve suas principais descidas neutralizadas pela grande atuação defensiva celeste, com destaque especial para Dedé e Lucas Romero. A grande emoção no Monumental ficou a cargo literalmente do último lance do jogo, quando Henrique puxou a camisa de Lucas Pratto dentro da área. Pênalti marcado pelo árbitro após consulta ao VAR, mas desperdiçado de forma bisonha por Suárez. 0 a 0 e tudo aberto para o duelo decisivo, em Belo Horizonte.

Jogo da volta: Terça-feira (30), às 19h15 de Brasília, no Mineirão (MG)


Godoy Cruz (ARG) 2 x 2 Palmeiras

Diogo Barbosa,Nahuel Arena

Se o duelo entre River e Cruzeiro foi muito estudado e de poucas chances claras, a partida entre Godoy Cruz e ​Palmeiras em Mendoza foi marcada por um festival de erros defensivos, chances reais de gol e bolas na rede. Irreconhecível, o time paulista foi amplamente dominado pelos donos da casa na primeira etapa, sofrendo dois gols antes dos 30′, ambos anotados por ‘Morro’ García. O cenário poderia ter sido ainda pior, não fosse o gol de Felipe Melo de cabeça e Weverton defendendo cobrança de pênalti de García, evitando o terceiro gol do Godoy. Voltando do intervalo com ‘apenas’ um gol de desvantagem, os comandados de Felipão cresceram de rendimento na segunda etapa e chegaram ao gol de empate com belo gol de Borja. O 2 a 2, mesmo sofrido, coloca o campeão de 1999 em boa situação na eliminatória.

Jogo da volta: Terça-feira (30), às 21h30 de Brasília, no Allianz Parque (SP)


Peñarol (URU) 1 x 2 Fluminense

Resumo: a terça dos times brasileiros na Libertadores e na Sul-Americana - 4

No único jogo de um brasileiro nesta noite de Sul-Americana, Peñarol e ​Fluminense fizeram um duelo truncado, físico e marcado por uma grande polêmica: a não-expulsão do experiente volante Walter Gargano, após cotovelada intencional no meia Daniel. Apesar da arbitragem tendenciosa, o Tricolor Carioca superou suas limitações/desfalques e emplacou sua primeira boa atuação no pós-Copa América, anotando um gol em cada etapa – ambos de Yony González -, e levando vantagem considerável para o jogo da volta, no Rio de Janeiro. O placar só não foi melhor para os cariocas já que os uruguaios descontaram com Gastón Rodríguez, em um descuido tricolor nos minutos finais. Destaque positivo para a atuação do estreante Muriel, que apesar de errático no jogo com os pés, compensou com pelo menos três grandes defesas.

Jogo da volta: Terça-feira (30), às 21h30 de Brasília, no Maracanã (RJ)

Fonte: 90min


Talvez você também goste