Futebol

Médico do Atlético-MG atualiza quadro de lesionados e estrela de Mancini pode sair do clube

Médico do Atlético-MG atualiza quadro de lesionados e estrela de Mancini pode sair do clube - 1

​O ​Atlético-MG tem nessas oito rodadas finais do Campeonato Brasileiro a obrigação de desaparecer com qualquer chance de rebaixamento. Vagner Mancini foi contratado, na verdade, para levar o Galo Mineiro à faixa de classificação para a Libertadores de 2020, de onde o clube saiu com a derrocada ainda na era Rodrigo Santana. No último fim de semana, os mineiros empataram por 2 a 2 com o Fortaleza, na Arena Castelão, e chegaram aos 36 pontos, a cinco de distância para o Z-4.

Nessa reta final de Brasileirão, Mancini vem sofrendo também com desfalques por lesão. Os principais são o goleiro Victor, o volante Jair, o meia Nathan e o atacante Chará. O diretor-médico do Galo, Rodrigo Lasmar, concedeu entrevista ao ​site GloboEsporte.com e atualizou sobre a situação do quarteto no DM. De todos, o camisa 88 é quem está mais próximo de retornar. 

 

Nathan

 

Jair está na fase final de transição após se recuperar de estiramento muscular e tem chance de ser relacionado para o clássico contra o Cruzeiro, no próximo domingo (10). Já Chará também trata um estiramento na coxa direita, mas ainda não tem previsão de retorno aos gramados. Chará vai evoluindo, mas está um pouco mais atrasado em relação ao Jair. Ainda não está na fase de trabalho em campo. Vamos observar a resposta diária do jogador. Ele não tem condições ainda de treinar com bola, não está neste nível”, explicou Lasmar. 

 

Há algumas semanas, Victor foi liberado pelo departamento médico e voltou a treinar em campo, mas sentiu dores e voltou uma fase no processo de recuperação. Isso aconteceu uma vez. Ele se sentiu bem na recuperação, desceu para o campo e teve desconforto, teve dor e não conseguiu continuar treinando. Tivemos que subir com ele (para o DM), fazer novamente uma estratégia de recuperação. Agora, ele já estava treinando com bola a semana passada toda. Então, vem trabalhando de maneira intensa e com uma resposta positiva. Então, depende muito da avaliação do treinador de goleiro”, avaliou Lasmar.

 

 

O pior dos casos é de Nathan, que teve uma ruptura muscular no adutor da coxa direita. Segundo o médico do Galo, o meia não deve voltar a jogar em 2019. Quando falamos em ruptura, é uma lesão muscular maior. O músculo rompe. Não falamos em tempo (de recuperação), porque é subjetivo. Mas é uma lesão que não irá demorar poucas semanas. É algo mais longo. Depende muito da evolução, como ele irá responder ao tratamento”, explicou Lasmar. O problema é que o meio-campista tem contrato de empréstimo até janeiro e o diretor Rui Costa já vinha alinhando conversas com o Chelsea para prorrogar a estadia do camisa 23. A lesão, portanto, pode interromper a tratativa dos mineiros.

Fonte: 90min


Talvez você também goste