Futebol

Nada feito: Grêmio recusa proposta gigante do futebol chinês por Everton

Nada feito: Grêmio recusa proposta gigante do futebol chinês por Everton - 1

​Especulado em grandes clubes do futebol europeu, Everton ‘Cebolinha’ segue como um dos jovens atacantes que mais desperta curiosidade nesta janela. Nas últimas semanas, muito se falou no ​Arsenal como destino provável ao atleta, mas o recente anúncio de Nicolas Pépé, por cifras próximas a 80 milhões de euros, afastou os Gunners da corrida pelo brasileiro.

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Diante da não-oficialização de nenhuma proposta do Velho Continente por Everton, um outro mercado despontou como destino viável: o futebol chinês. De acordo com o ​Globoesporte, foi do Beijing Guoan, do meia Renato Augusto, que apresentou a primeira oferta oficial por Cebolinha nesta janela. O valor, no entanto, parece não ter agradado a cúpula gremista.

Informações primárias dão conta de que o clube chinês ofereceu 45 milhões de euros (R$ 198 milhões) pelo atacante, montante que seria pago de forma inusitada: 5,5 milhões de euros à vista e outros 39,5 milhões de euros sendo quitados em janeiro de 2020. Aparentemente, o montante total e as condições de pagamento não foram suficientes para o Grêmio: os gaúchos apresentaram 60 milhões de euros como contraproposta, valor recusado pelo Beijing.

Everton,Miguel Barbieri

A princípio, uma transferência ao futebol asiático não agradava o atacante e seu estafe, ideia contornada pelo Beijing com valores altíssimos de salários, prêmios e outros gatilhos. No clube chinês, Everton receberia algo em torno de 8 milhões de euros/ano de salário (R$ 36 milhões), em contrato válido por quatro temporadas. As fortes cifras seduziram Everton, mas o ‘não’ do Grêmio acabou prevalecendo.

Fonte: 90min


Talvez você também goste