Futebol

Olimpíadas 2020: Alemanha e França fora, Brasil dentro – entenda o formato

Olimpíadas 2020: Alemanha e França fora, Brasil dentro - entenda o formato - 1

​Mais do que a tristeza por não avançar às semifinais, França e Alemanha sofreram duplamente com suas respectivas eliminações na fase de ​quartas de final da Copa do Mundo Feminina de 2019. Isso porque o resultado nesta competição sacramentou a não-classificação dessas duas potências aos Jogos Olímpicos de 2020, evento tão importante e grandioso para o ​futebol feminino quanto o Mundial. Mas por qual motivo francesas e alemãs, que chegaram às quartas, estão fora das Olimpíadas e o Brasil, eliminado nas oitavas, está garantido?

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Diferentemente do futebol masculino – que conta com 16 seleções postulantes -, o futebol feminino nas Olimpíadas traz apenas 12 participantes. Além do país-sede (classificado automaticamente), as outras onze seleções são definidas a partir de torneios locais, como a Copa América, pré-olímpicos continentais e a partir da ​Copa do Mundo Feminina, de onde saem as três representantes europeias de melhor campanha na competição.

Classificadas às semifinais do Mundial Feminino, Inglaterra (Grã-Bretanha), Holanda e Suécia são os três selecionados do Velho Continente que estarão nas Olimpíadas, deixando de fora potências como França e Alemanha, delegação que conquistou o ouro no Rio de Janeiro em 2016. Vencedora da Copa América 2018, sediada no Chile, a Seleção Brasileira já tem seu passaporte carimbado rumo ao Japão. As nipônicas também estão asseguradas, justamente por se tratar do país-anfitrião do evento.

FBL-WC-2019-WOMEN-MATCH40-FRA-BRA

Por fim, a sexta seleção feminina já garantida nas Olimpíadas é a Nova Zelândia, por ter vencido a Copa das Nações da Oceania em 2018. Restam seis vagas em aberto, que serão distribuídas da seguinte forma: 2 para o pré-olímpico da Concacaf (fevereiro/2020); 2 para o pré-olímpico da Ásia (fevereiro e março/2020); 1 para o pré-olímpico da África (outubro/2019); e 1 do playoff entre América do Sul e África (a definir/2020), disputado entre o Chile, vice-campeão da Copa América 2018, e o vice-campeão do pré-olímpico africano.

Fonte: 90min


Talvez você também goste