Futebol

Podemos credenciar Neymar entre os fortes candidatos à Bola de Ouro 2020?

Podemos credenciar Neymar entre os fortes candidatos à Bola de Ouro 2020? - 1

​Recuperado das lesões e com um comportamento diferente dentro e fora dos gramados – mais disciplinado, silencioso e distante dos holofotes desnecessários -, ​Neymar emplacou uma bela primeira metade de temporada 2019/20. São 13 gols e seis assistências em 14 aparições pelo Campeonato Francês, estatísticas que o colocam na terceira posição entre artilheiros e em quarto entre os principais ‘garçons’, com o camisa 10 em vantagem por ter precisado de menos jogos para alcançar esses números.

A evolução técnica e em maturidade são nítidos e o craque brasileiro se tornou um verdadeiro ‘playmaker’ no Paris Saint-Germain, flutuando por diversas faixas do campo e se envolvendo em todos os momentos ofensivos da equipe, ora na construção, ora na conclusão. Será esta, portanto, a temporada em que poderemos ver Neymar brigando pela Bola de Ouro? Há alguns fatores preponderantes para que o nome do camisa 10 ganhe mais força.

Conduzir o Paris Saint-Germain a ‘outro patamar’

 

Paris Saint-Germain v Galatasaray: Group A - UEFA Champions League

 

Se quiser conquistar a Bola de Ouro em dezembro deste ano, o ponto de partida ‘protocolar’ é uma temporada prolífica, individualmente e coletivamente, com o Paris Saint-Germain. Além de seus números particulares, o camisa 10 precisará ser a liderança técnica, a referência, ‘o cara’ em campanhas vitoriosas para o clube. E ele precisará de mais que as competições nacionais – onde o time parisiense costuma sobrar -, para se provar: sucesso no mata-mata da ​Champions League será fundamental para o brasileiro ser considerado à honraria.


Protagonismo na Copa América 2020

 

FBL-FRIENDLY-BRA-QAT

 

​2020 também é ano de competições continentais oficiais. Após a conquista da Copa América pela Seleção Brasileira em 2019 – sem Neymar em campo, pois estava lesionado -, o brasileiro precisará ‘recuperar o tempo perdido’ e provar que a Canarinho joga diferente quando ele está presente. Um título importante com a Nacional sempre carrega um simbolismo/peso grande na avaliação do Bola do Ouro. Para o camisa 10, gritar ‘é campeão’ com a camisa verde e amarela não acontece desde 2016, quando conquistou o ouro olímpico nos Jogos do Rio de Janeiro.

Fonte: 90min