Futebol

Por nível de excelência no elenco, Vasco prepara “barca” com 11 jogadores ao fim da temporada

Por nível de excelência no elenco, Vasco prepara

Ninguém contesta: Vanderlei Luxemburgo mudou definitivamente a cara do ​Vasco da Gama no Campeonato Brasileiro. Há quatro meses, o treinador iniciou seu trabalho em São Januário e encontrou um time desacreditado e na lanterna da competição. Em pouco mais de um turno, o Gigante da Colina renasceu, se distanciou da zona de rebaixamento e hoje sonha com uma vaga na próxima Libertadores. Um lugar na Copa Sul-Americana também seria bem-vindo devido às dificuldades ao longo da temporada.

 

Seja qual for o desfecho do Vasco no Brasileirão, um fato já está decidido: a “barca” em São Januário será enorme. Várias contratações, desde a gestão de Alexandre Faria ainda como diretor de futebol, mostraram-se equivocadas e, por isso, a diretoria já descarta utilizar 11 jogadores do atual plantel de Luxemburgo após dezembro. Nossa reportagem apurou em parceria com o ​perfil “Detetives Vascaínos”, que traz informações exclusivas do Vasco, o nome de cada um dos atletas em baixa.

 

Brazilian Football League Serie A - Brasileirao Assai 2019

 

A começar pelo goleiro Sidão, que tem contrato expirando agora em dezembro. Hoje ele é reserva de Fernando Miguel, mas claramente não tem apelo da torcida vascaína. Encostado, o lateral-direito Cláudio Winck também não está nos planos de Luxemburgo em 2020 e deve sair, seja emprestado ou numa rescisão amigável. Outros que ainda têm vínculos mais longos no clube – assim como o ala – são o zagueiro Werley, o meia Bruno César e o atacante Ribamar, esse último que é o mais utilizado do grupo.

No restante, o lateral-direito Raul Cáceres, os volantes Fellipe Bastos e Richard, os meias Marquinho e Valdívia e o atacante Clayton terminarão seus contratos ao término da temporada e provavelmente serão liberados. A maioria deles está cedida por empréstimo, porém a tendência é que o presidente Alexandre Campello não faça força para segurar nenhum deles. Desse grupo, Richard e Cáceres são quem vêm mais contribuindo no time de Luxemburgo. O atacante Rossi é outro que deveria sair em dezembro, mas não entra na “barca”. A diretoria cruz-maltina ainda está tentando uma renovação do empréstimo junto ao Shenzhen, da China.

 

 

Nas redes sociais, o nome que mais é criticado das 11 prováveis dispensas do Vasco é Bruno César. Contratado no início da temporada junto ao Sporting, de Portugal, o meia ganhou a camisa 10 – com status de reforço de peso -, mas em nenhum momento correspondeu às expectativas do clube. Seu último momento de maior brilho aconteceu no clássico contra o Fluminense, ainda em julho, quando marcou um belo gol de falta. Depois, amargou a reserva e sofre com lesões frequentemente, a última uma fascite plantar.

Fonte: 90min


Talvez você também goste