Economia & Política

Witzel diz que fará convênio para retirar moradores das ruas do Rio

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse (30) que está acertando um convênio com a prefeitura para assumir o ordenamento urbano da capital fluminense. O governador disse que pretende levar moradores de rua para abrigos e clínicas de recuperação de viciados em drogas.

“Morador de rua é uma questão municipal, mas eu não quero saber. Eu vou agir. Já falei com o prefeito [Marcelo] Crivella. Nós somos parceiros e eu vou agir. Vai começar imediatamente. Estamos fazendo o convênio com o município”, disse hoje (30), no Palácio Guanabara, após se reunir com prefeitos do estado.

Para Witzel, a pessoa só tem capacidade de se autodeterminar quando está em condições normais. “Se ela não pode tomar uma decisão sozinha, quem tem de tomar é o Estado. Na rua é que eles não podem ficar”.

O governador disse que a polícia vai identificar os moradores de rua e recolher as armas brancas que, porventura, sejam encontradas. “Não é uma limpeza. É um perigo para a sociedade. Tem muita gente na rua. Não pode ficar do jeito que está”, disse.

Witzel disse que o problema da desordem urbano é antigo e que havia encomendado uma proposta para a Secretaria de Desenvolvimento Social. Entretanto, o governador não soube dizer de onde sairão os recursos para esta operação urbana.

“Tirar dinheiro de qualquer lugar para fazer um programa social é sempre complicado”, explicando que poderá recorrer à iniciativa privada, ao governo federal ou a emendas parlamentares.

*Com informações de Ligia Souto, do Radiojornalismo da EBC

Fonte: Agência Brasil


Talvez você também goste