Mundo

Barcos cheios de curiosos invadiram local de resgate dos astronautas da NASA

Barcos cheios de curiosos invadiram local de resgate dos astronautas da NASA - 1

Embora a missão Demo-2 tenha sido um sucesso absoluto do início ao fim, a NASA disse que precisa “fazer melhor” da próxima vez. É que, após a amerrissagem (pouso no mar) da cápsula Crew Dragon, da SpaceX, no Golfo do México, barcos particulares apareceram ali, levantando bandeiras dos Estados Unidos e arriscando atrapalhar a operação de resgate dos astronautas, ou ainda colocar a vida dos curiosos em risco, caso algum desastre acontecesse durante o processo.

A nave Crew Dragon Endeavour chegou à costa de Pensacola, na Flórida, no último domingo (2), trazendo os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley para a Terra após a viagem de demonstração de ida e volta da Estação Espacial Internacional. A missão em si foi muito bem sucedida, e devolve a autonomia dos EUA no transporte de seus astronautas a partir de solo americano e a bordo de naves americanas. Ou seja: o sucesso acendeu o patriotismo dos entusiastas, que logo após o splashdown da nave, invadiram o local onde cápsula espacial estava.

Barcos cheios de curiosos invadiram local de resgate dos astronautas da NASA - 2
Foto (NASA/Bill Ingalls)

“Não era isso que estávamos prevendo”, disse o administrador da NASA, Jim Bridenstine. “Precisamos fazer um trabalho melhor da próxima vez, com certeza”, afirmou ele, deixando claro que a NASA não quer barcos particulares por perto de espaçonaves nos próximos resgates.


Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.

O desabafo de Bridenstine não é à toa. O local de pouso de uma nave espacial é uma área de resgate, que envolve uma operação delicada, onde muitos imprevistos podem acontecer. Dessa vez, os curiosos apresentaram apenas uma grande inconveniência, mas no futuro essa “invasão” pode resultar em problemas mais graves de segurança para os astronautas e até mesmo para os próprios barqueiros.

Bridenstine disse que a Guarda Costeira dos EUA limpou a zona de pouso antes da amerrissagem, e que o desembarque em si não teve problemas. O navio de resgate da SpaceX, chamado Go Navigator, alcançou a cápsula nas águas cerca de 30 minutos após o mergulho, mas não antes da chegada dos barcos particulares. “Essa cápsula ficou na água por um bom tempo e esses barcos foram direto para ela”, disse Bridenstine. “Há coisas que vamos olhar, que precisamos fazer melhor, com certeza.”

A equipe da SpaceX espalhada em outros barcos teve trabalho extra para afastar os invasores, mas eles ainda podiam ser vistos ao redor do Go Navigator enquanto a equipe de resgate retirava a cápsula do mar. “Provavelmente precisamos de mais recursos da Guarda Costeira, e talvez mais da SpaceX e da NASA também”, disse a presidente da SpaceX, Gwynne Shotwell.

De qualquer forma, a Demo-2 foi bem o suficiente para que a NASA garantisse a primeira missão oficialmente operacional, a Crew-1, que será lançada pela SpaceX na cápsula Crew Dragon no final de setembro. Até lá, as medidas para impedir a aproximação de barcos particulares já deverão ter sido providenciadas.

 

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech