Ciência & Tecnologia

Botas da Apollo 11 são recriadas e vendidas ao público

Uma nova versão das botas lunares utilizadas pelos astronautas da Apollo 11 foi lançada nesta semana com uma forma de homenagear a primeira missão espacial a pisar na lua, que completou 45 anos nesta semana.

A nova bota foi criada pela General Eletric (GE), em parceria com a empresa de moda Android Homme. Foram usados materiais atualizados produzidos pela GE.

Cem unidades dos calçados foram colocadas à venda no último domingo, às 16h18, horário da Costa Leste nos Estados Unidos, no mesmo momento em que os astronautas Armstrong e Aldrin pousaram o módulo na lua.

A procura pelos produtos foi alta. Em apenas seis minutos, as cem botas foram adquiridas no site de compras Jack Threads. Cada unidade foi vendida por US$ 196,90 (o equivalente a R$ 437). A venda dos produtos foi mais rápida que o pouso na lua – realizado em sete minutos entre 16h10 e 16h18, horário dos EUA.

A caminhada de Armstrong e Aldrin na lua começou 6h10 depois do pouso. O primeiro passo de Neil Armstrong e sua famosa frase “um pequeno passo para o homem, um grande passo para a humanidade” foi dita às 22h56.

A bota tem escrito, na região do calcanhar, “1969”, em referência ao ano da missão Apollo 11.

Tecnologia do calçado
Na cor prata da roupa dos astronautas, as botas foram feitas como fibra de carbono estabilizada CX6, revestimento hidrofóbico (à prova d’água), material metálico refletivo e borracha termoplástica para absorver o impacto. Segundo a GE, esses materiais são os mesmo usados pela companhia na fabricação de motores de avião, turbinas eólicas e equipamentos hospitalares.


Talvez você também goste