Ciência & Tecnologia

Browser Hijacker: aprenda a ter seu navegador sequestrado de volta

Você já ouviu falar em Browser Hijacker? O termo em inglês significa literalmente sequestrador de navegador, e é um tipo de fraude online que assusta até quem entende de tecnologia.

O sequestrador, em questão, é um programa malicioso capaz de assumir o controle do navegador de internet do seu computador e modificar os padrões das páginas de web dos usuários. Quem já foi refém desse vírus, sabe como ele incomoda. Além de mudar as páginas iniciais, e inserir adwares com propagandas indesejadas pelo navegador, o sequestrador ainda esconde recursos capazes de roubar dados dos usuários, como e-mails, senhas e informações pessoais.

A prevenção é a melhor forma de se manter longe desse tipo de golpe, mas se você já é vítima do browser hijacker, veja como você pode ter o controle do seu navegador novamente.

Confira dicas para manter o computador livre dos sequestradores de navegador

Mantenha seu antivírus atualizado


Os programas de seguranças são capazes de identificar malwares, spywares e adwares e indicar se há vírus em seu computador. Alguns antivírus trazem o recurso de remoção desses programas mais específicos. É importante ter sempre um antivírus atualizado em sua máquina.

LEIA MAIS

+ Proteja seu pendrive de vírus e roubos

+ O que fazer quando a sua senha de e-mail for roubada?

+ O que é phishing? Saiba como se proteger dos criminosos online


Confira suas preferências do navegador

Depois de limpar a máquina com um antivírus, reinicie o computador e verifique as suas configurações de browser.

No Google Chrome

Vá em configurações e veja se sua página incial está de acordo com suas preferências. Além disso, verifique em suas extensões se não há nenhuma programa desconhecido. É recomendado desinstalar essas extensões.


No Firefox

Faça o mesmo procedimento que o Chrome, verificando as preferências e os complementos instalados no navegador.



Cuidado com download de programas com “ofertas”


Quando for instalar algum programa em sua máquina, nada de sair por aí dando “ok” para todas as opções. É cada vez mais comum a oferta de outros programas que podem prejudicar a sua máquina. Por exemplo, ao instalar um player de música, surge uma pergunta na hora da instalação: “Você concorda em baixar uma barra de ferramentas ou modificar sua página inicial?”, a grande maioria dos usuários concorda, sem perceber que pode ter baixado um programa malicioso.

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças on-line mais recentes. Para mais informações, acesse o site http://www.mcafee.com/br