Mundo Tech

EUA teriam pressionado MediaTek para reduzir vendas de chips à Huawei, diz site

EUA teriam pressionado MediaTek para reduzir vendas de chips à Huawei, diz site - 1

Após alegações de que a MediaTek teria recebido um aumento no volume de pedidos de suprimentos de chips para a Huawei, os Estados Unidos estariam tentando “obrigar” a fabricante a reduzir o fornecimento de equipamentos para sua parceira. As informações são do site chinês Money.udn.

De acordo com o site, o governo norte-americano teria procurado o Ministério da Economia de Taiwan para “convencer” a MediaTek a diminuir o número de envios de peças à Huawei. Vale lembrar que a empresa taiwanesa se tornou uma das principais alternativas da marca chinesa no fornecimento de chips, após os Estados Unidos endurecerem as sanções econômicas contra ela.

Sendo assim, os novos bloqueios impostos pelo governo Trump a impedem de negociar com empresas norte-americanas e, ainda por cima, de utilizar tecnologias locais na produção de seus próximos produtos. Isso, por exemplo, impôs barreiras na parceria da Huawei com a TSMC, que ficou proibida de vender equipamentos (em sua maioria vindas de empresas dos EUA) para a fabricante.


Participe do GRUPO CANALTECH OFERTAS no Telegram e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Tanto o Ministério da Economia de Taiwan quanto a MediaTek, porém, afirmaram que não foram contatados pelos Estados Unidos e consideraram os rumores infundados.

Favorecendo a concorrência

Aparentemente, a pressão dos Estados Unidos contra a MediaTek não só prejudicaria ainda mais a Huawei, mas beneficiaria a Qualcomm. Segundo relatório da empresa Lyon Securities, a empresa norte-americana de chips teria solicitado uma “brecha no contrato” para fornecer processadores para a marca chinesa. As informações indicam que o pedido da Qualcomm deverá ser respondido ainda neste mês.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech