Mundo Tech Tecnologia

Facebook acusa “GRIS” de ser “sexualmente agressivo” e rejeita anúncio do jogo

Mais um ponto negativo para os padrões de comunidade do Facebook: a rede social barrou um trailer de anúncio do jogo GRIS (Nintendo Switch; PC), produzido pelos estúdios Nomada e pela Devolver Digital, acusando-o de ser “sexualmente agressivo”. A decisão teve apelação por parte das empresas, mas o Facebook manteve a posição e recusou-se a rodar o trailer como parte dos anúncios em vídeo da plataforma.

O conjunto de imagens em questão foi reproduzido em um tweet na conta oficial da Devolver Digital, que disse: “O Facebook rejeitou o anúncio do trailer de lançamento de ‘GRIS’ por ser ‘sexualmente agressivo’ então este ano vem sendo ótimo até agora”. No contexto da arte do mostrada, há uma estátua de uma mulher, em pinceladas aquareladas, com o seu corpo obscurecido por sombreados e tons escuros de azul. Não há nenhuma nudez visível no desenho e o restante do corpo da mulher toma a forma de um prédio.

Stephanie Tinsley, porta-voz da Devolver Digital, chamou a decisão do Facebook de “incrivelmente estúpida”: “Nós apelamos e [o Facebook] disse que este recurso também foi rejeitado com base no argumento de a rede social não permite exibição de nudez. Primeira coisa: ela é uma estátua; segunda coisa: não há absolutamente nenhuma nudez nas imagens, e nenhuma pessoa minimamente razoável chamaria isso de ‘conteúdo sexualizado’”.

Em uma busca rápida pelo Facebook, a própria Stephanie Tinsley encontrou diversos anúncios mostrando estátuas despidas de homens (algumas, com nudez completa), porém; apontando que estas imagens foram encontradas casualmente pelo mecanismo de busca da rede, estão publicamente acessíveis para quaisquer pessoas (incluindo menores de idade), sugerindo que o Facebook pratique o ditado de “dois pesos e duas medidas” com o conteúdo publicado na rede.

Segundo as políticas de publicação do Facebook, “o conteúdo poderá ter a monetização reduzida ou desativada se contiver assuntos sexuais. As representações ou discussões destes assuntos, reais ou fictícias, poderão afetar a monetização de seu conteúdo”. Nisso, a rede inclui “nudez, atividade sexual, poses sexuais, dança sugestiva, simulações de atividade sexual, objetos sexuais, linguagem sugestiva, itens de vestuário reveladores ou ausentes”. Entretanto, ainda segundo as próprias páginas de regras do Facebook, há exceções à regra para pinturas, esculturas e trabalhos artísticos que não sejam excessivamente explícitos, bem como nudez relacionada a fotos de protestos sócio-políticos e/ou procedimentos médicos (como um seio à mostra em posts sobre mastectomia).

Nada no trailer ou nas imagens veiculadas pela Devolver Digital sugere atividade sexual explícita de qualquer espécie, então há fundamento no nervosismo da empresa pelas ações do Facebook. A redatora do Canaltech, Jessica Pinheiro, certamente concordaria, haja vista que o jogo foi profusamente elogiado em sua crítica: “(…) o game brinca com a arte, seja ela gráfica, auditiva ou interativa. GRIS é, portanto, uma peça artística em sua mais pura forma, só que entregue na forma de um game”.

A Devolver Digital foi questionada se tentará apelar novamente da decisão do Facebook ou se vai submeter um trailer ou imagens diferentes para compor o anúncio, mas a empresa não respondeu a estas perguntas.

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste