Ciência & Tecnologia Tecnologia

Intel Security apresenta dicas para as mães protegerem suas vidas digitais e as de seus filhos

Uma pesquisa realizada pela Intel Security no início do ano mostrou que as mulheres são um pouco mais descuidadas do que os homens na hora de proteger suas vidas digitais. Elas usam menos senhas para bloquear os aparelhos e também compartilham mais as senhas de dispositivos móveis e de mídias sociais do que os homens.

Além de cuidar da própria segurança digital as mães também acabam acumulando a função de proteger os filhos dos perigos que estão à solta na internet como malwares, roubo de identidade, excesso de exposição, acesso a conteúdo impróprio, entre outras ameaças.

No ano passado, a Intel Security divulgou um estudo sobre o comportamento digital de pais e filhos que mostrava que 79% das mães acreditavam que os filhos não acessavam conteúdos impróprios na internet, enquanto 41% dos filhos disseram que visitavam sites que os pais desaprovam e 41% dos filhos responderam que até já se encontraram pessoalmente com alguém que conheceram na Internet sem o conhecimento dos pais.

Thiago Hyppolito, gerente de produtos da Intel Security, explica que este cenário é bastante preocupante pois, sem a devida proteção aos dados e aos dispositivos, mães e filhos podem ser vítimas de uma série de golpes e inconvenientes que podem ter consequências bem sérias. “Muitas das ameaças presentes na internet só se tornam bem sucedidas devido a alguns descuidos dos usuários como o compartilhamento de muitas informações pessoais, uso da mesma senha para diversos sites ou mesmo senhas muito fáceis de serem descobertas”, comenta Hyppolito.

Veja algumas dicas da Intel Security para as mães protegerem melhor seus dados e dispositivos pessoais e também para protegerem seus filhos.

Invista na proteção multi-dispositivos – Atualmente vivemos conectados o tempo todo e cercados de dispositivos, além do smartphone e computador pessoal, muitas vezes os filhos tem os seus próprios dispositivos. É fundamental que todos os dispositivos da família tenham uma solução de segurança abrangente instalada como o McAfee LiveSafe, que oferece proteção de dados e identidade em número ilimitado de dispositivos com uma única licença, incluindo PC, Mac, notebook, tablet e smartphone.

Utilize um gerenciador de senhas – Todas as mães têm sempre muitos afazeres e lembrar das senhas de todos os serviços online como e-mails, mídias sociais, lojas online, etc, é uma tarefa praticamente impossível. Usar a mesma senha para todos os serviços é outra atitude que deixaria sua segurança muito vulnerável. “A melhor opção é usar um gerenciador de senhas para lembrar todas as senhas e ainda garantir a criação de senhas fortes e exclusivas para cada site”, explica Hyppolito.

Tenha um localizador de dispositivo instalado – Ter o smartphone ou tablet perdido pode causar muitos problemas. Além do prejuízo financeiro, alguma pessoa mal intencionada pode acessar seus perfis em redes sociais e ter acesso a e-mails e informações pessoais. Por isso é fundamental ter um localizador instalado no dispositivo móvel para que o smartphone ou tablet possa ser facilmente encontrado em caso de perda.

Controle o que o seu filho faz na internet – Além de sempre manter um diálogo sobre os riscos da internet, vale a pena obter soluções de segurança capazes de bloquear o acesso a sites com conteúdos impróprios para a idade dos filhos e também soluções como o McAfee Mobile Security, que define perfis diferentes para tablets e smartphones, capazes de permitir o acesso apenas aos aplicativos e ferramentas adequados para o uso das crianças e bloqueando o acesso a outros aplicativos.

Veja mais dicas de segurança da Intel Security no link


Talvez você também goste