Mundo Tech

Bolsonaro dobra cota para compras em free shops

Bolsonaro dobra cota para compras em free shops - 1

O presidente Jair Bolsonaro dobrou o limite para compras por pessoa dentro dos free shops aeroportuários. Tais lojas são conhecidas por trazerem diversos produtos a preços mais atraentes por estarem localizadas em zonas livres da incidência de alguns tributos. Pela legislação brasileira, o limite de compras nessas lojas era de US$ 500 por pessoa, o deve aumentar para US$ 1.000 nos próximos dias devido à determinação do presidente.

O ministro Paulo Guedes já está preparando o decreto para ser editado. O documento também vai ampliar a cota por pessoa para compras realizadas no Paraguai: os US$ 300 de hoje devem mudar para US$ 500 para quem cruzar a fronteira. A informação veio do jornal O Estado de São Paulo, que recebeu visita de Bolsonaro nesta quinta-feira, 10. “Eu pedi ‘Poxa, Paulo Guedes, faça alguma coisa por mim’”, teria brincado o presidente.

Bolsonaro dobra cota para compras em free shops - 2
Os chamados “Free Shops” aeroportuários são grandes atrativos de compras para turistas por trazerem produtos sem tarifas (Imagem: Reprodução/PEGN)

Já não é de hoje que a ampliação da cota de compras internacionais é defendida: vigente desde 1991, vários presidentes, durante suas gestões, avaliaram essa mudança de uma forma ou de outra. Durante o termo governamental de Michel Temer, essa possibilidade chegou a ser ensaiada em um pleito feito pela Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos, mas não avançou.


CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.

A entidade diz que a mudança pode gerar “milhares de empregos” ao setor. A proposta também é defendida pelo Ministério de Infraestrutura.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste