Mundo Tech Tecnologia

Facebook abre inscrições para Estação Hack, programa de aceleração de startups

Facebook abre inscrições para Estação Hack, programa de aceleração de startups - 1

O Facebook abriu as inscrições para que startups possam participar da Estação Hack, um programa de apoio a negócios inovadores que promovem transformações positivas na sociedade. As inscrições podem ser realizadas neste site até o dia 3 de junho.

A Estação Hack está sendo realizada em parceria com a organização Artemisia, que apoia negócios de impacto social no Brasil. Nesta quarta edição do programa, serão selecionadas 10 startups.

“Vendo o impacto positivo que as trinta startups aceleradas na Estação Hack estão gerando, ficamos animados em lançar uma nova busca por empreendedores com soluções que podem beneficiar milhares pessoas e cidades”, afirmou o diretor da Estação Hack, Eduardo Lopes.


Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.

Facebook abre inscrições para Estação Hack, programa de aceleração de startups - 2
Imagem: Divulgação / Facebook

 

De acordo com dados do Facebook, as startups aceleradas na primeira e segunda turma conseguiram alcançar mais de 2 milhões de pessoas com soluções, além de captar mais de R$ 24 milhões em investimentos.

“Acreditamos no papel dos negócios de impacto social para apoiar as resoluções de hoje e do futuro. E por isso, para essa quarta turma, buscamos empreendedoras e empreendedores altamente comprometidos e com soluções inovadoras para os grandes desafios de nossa sociedade”. afirmou a diretoria-executiva da Artemisia, Maure Pessanha. “Os selecionados terão os mais diversos benefícios para serem impulsionados – como empreendedores e como empresas”.

Posso participar?

O principal pré-requisito do programa é que a startup tenha sido criada com uma proposta inovadora que consiga melhorar a vida das pessoas e das cidades onde vivem. As startups devem apresentar soluções para assuntos como acessibilidade digital, mobilidade urbana e água, energia e meio ambiente. Outros temas podem ser conferidos no site da inscrição.

Ainda é necessário que o grupo tenha, ao menos, um protótipo. Produtos em fase de testes no mercado ou empresas que tenham produtos lançados e buscam rápido crescimento também podem participar.

A primeira etapa do processo seletivo é preencher o formulário de inscrição. Apesar de simples, a fase é eliminatória. O Facebook recomenda que os inscritos mandem o máximo de informação possível sobre o negócio.

Facebook abre inscrições para Estação Hack, programa de aceleração de startups - 3
Grupos selecionados para edição anterior da Estação Hack. Imagem: Divulgação / Facebook

 

Em seguida, a equipe de Busca & Seleção de Negócios da Artemisia avaliará as respostas para selecionar startups e agendar entrevistas de aprofundamento. Na última fase, que acontece em 2 de agosto, será realizado o PitchDay.

No evento, 20 startups finalistas apresentam suas soluções para uma banca de especialistas que selecionarão até 10 negócios para formar a quarta turma da Aceleradora Estação Hack. O anúncio dos resultados, entretanto, acontece apenas em 12 de agosto. Já o período de aceleração das startups vai até dezembro de 2019.

Podem participar candidatos de todo o país, mas o programa exige residência na Estação Hack, localizada em São Paulo. Os custos de transporte, hospedagem e alimentação ao longo do processo de seleção e do programa são de responsabilidade dos participantes. Já o programa em si é gratuito para os empreendedores selecionados.

Além de mentoria para startups, a Estação Hack – inaugurada em 2017 – oferece bolsas para cursos de programação, desenvolvimento de aplicativos e empreendedorismo digital. Em 2018, seu primeiro ano completo de operação, a Estação Hack capacitou mais de 12 mil brasileiros, superando em 65% o número prometido.

Mais:

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste