Mundo Tech

Índia e Japão fecham parceria para buscar água na Lua em 2023

Índia e Japão fecham parceria para buscar água na Lua em 2023 - 1

O fracasso no pouso da nave Vikram, parte da missão Chandrayaan-2, não desanimou a agência espacial indiana, a ISRO. Uma nova tentativa será feita em breve, agora em parceria com a Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA), prevista para o início dos anos 2020.

Um representante da agência espacial japonesa declarou que um estudo para uma missão lunar com a Índia conjunta está em andamento, com duração prevista de seis meses. A ideia ainda é levar uma nave para o polo sul da Lua.

Durante uma apresentação no International Astronautical Congress (“Congresso Astronáutico Internacional”, em tradução livre), em Washington, Ryo Hirasawa, representante da JAXA, informou que seu país vai fornecer o foguete e o rover, enquanto a Índia deve entrar com o módulo de pouso.


Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.

Índia e Japão fecham parceria para buscar água na Lua em 2023 - 2
O módulo Vikram da Chandrayaan-2 teve problema minutos antes do pouso na Lua (Foto: Divulgação)

A ideia, que já estava sendo discutida desde o início deste ano, é fazer a missão em 2023. Um dos objetivos é encontrar água no subsolo do satélite natural, conforme indicações encontradas tanto pela missão Chandrayaan-1 como por um estudo da NASA.

Dados observados por cientistas indianos apontam água congelada em alguns pontos da Lua, incluindo o polo sul – onde a NASA pretende fazer uma busca em 2022. Hirasawa informou que o Japão está disposto a enviar um rover equipado com uma broca que pode perfurar até 1,5 metro na rocha lunar.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste