Mundo Tech

Netflix classifica público com base na porcentagem de conteúdo assistido

Netflix classifica público com base na porcentagem de conteúdo assistido - 1

A Netflix está tentando ser mais transparente sobre as métricas que utiliza para medir o sucesso de uma produção na plataforma. Em uma carta enviada ao governo do Reino Unido, a companhia revelou como classifica o público: iniciantes, observadores e complecionistas. Essas três categorias fazem parte da análise mais aprofundada de um método relatado que ajuda a Netflix a decidir se um programa deve ser cancelado ou não. Na prática, a Netflix rastreia as classificações com essas três métricas com diretores e produtores e, com base em relatórios anteriores, pode usar essa análise para determinar se vale a pena renovar alguma atração.

Os iniciantes são aqueles que assistem dois minutos de um filme ou de um episódio de uma série. Por sua vez, os complecionistas assistem a 90% ou mais de um filme ou temporada de uma série. Esses são os dois principais dados que a Netflix fornece a seus produtores e diretores, de acordo com a carta. Os números são válidos para os primeiros sete dias de um lançamento. O terceiro conjunto de dados é de observadores, que assistem a 70% de um filme ou um episódio de uma série. “Dependendo da utilidade de nossos parceiros encontrarem esses dados, consideraremos compartilhá-los em mais países fora da Europa e América do Norte”, diz a Netflix na carta.

Netflix classifica público com base na porcentagem de conteúdo assistido - 2
Netflix usa o tempo de engajamento do público para renovar ou cancelar uma série

Recentemente, a Netflix anunciou que a terceira temporada de Stranger Things se tornou a mais assistida até então, com 64 milhões de famílias assistindo a atração no primeiro mês de seu lançamento. Esses dados são baseados em pessoas classificadas como observadoras. Uma nota de rodapé no relatório de lucros da Netflix no quarto trimestre de 2018 explicou: “devido ao seu comprimento altamente variável, contamos um espectador se eles concluírem substancialmente pelo menos um episódio (70%)”.


Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.

Esses números de visualizações são extremamente importantes para os criadores. Essencialmente, é uma proporção que determina o custo de um programa para a audiência e se a série é fundamental para manter os assinantes em risco de cancelar suas associações ou trazer novos inscritos. Um programa como Stranger Things faz as duas coisas, enquanto programas com bases de fãs menores e dedicadas, como The OA, geralmente são cancelados.

Netflix classifica público com base na porcentagem de conteúdo assistido - 3
Temporada de Stranger Things foi a mais assistida na Netflix até então

Alguns roteiristas e produtores já expressaram frustração com a falta de transparência sobre os números. A criadora de Tuca & Bertie, Lisa Hanawalt, criticou o algoritmo da Netflix quando seu programa foi cancelado, levando outros criadores a falarem sobre suas próprias preocupações sobre como os executivos da Netflix valorizam um programa e seu público. Executivos da Netflix, como o CEO Reed Hastings e o diretor de conteúdo Ted Sarandos, abordaram críticas de que não são suficientemente transparentes e prometeram fazer melhor, no início do ano.

“Eu consideraria essas métricas menos financeiras e culturais”, disse Sarandos durante uma teleconferência de resultados em janeiro. “Eu acho importante que os artistas entendam, que o público também entenda o tamanho do alcance de seu trabalho. É por isso que você nos verá aumentando um pouco mais e distribuindo – compartilhando um pouco mais dessa informação”.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste