Mundo Tech

Vlogueiro chinês morre após comer insetos venenosos em transmissão ao vivo

Vlogueiro chinês morre após comer insetos venenosos em transmissão ao vivo - 1

No último dia 18 (uma quinta-feira), às 17h45, um vlogueiro chinês resolveu fazer uma transmissão ao vivo numa rede social do país chamada DouYu cumprindo alguns desafios excêntricos. O objetivo era conquistar novos seguidores para o seu canal.

O desafio consistia em comer as coisas que eram indicadas numa roleta, e isso incluía insetos venenosos e outros bichos. O homem, cujo sobrenome era Sun, morava na província de Aunhui, na cidade de Hefei. Ele tinha 35 anos e foi encontrado por sua namorada morto em seu apartamento no dia seguinte.

A transmissão ao vivo

Vlogueiro chinês morre após comer insetos venenosos em transmissão ao vivo - 2
Os vídeos do vlogueiro foram retirados da rede social (Foto: DouYu)

A transmissão, realizada aos 15 mil seguidores que o vlogueiro sustentava na rede social voltada ao streaming, contava com uma roleta indicando vários nomes diferentes, como vinagre, ovos, cerveja, um licor destilado chamado baijiu e bichos venenosos como larvas, lacraias e lagartixas. A proposta era simples: o vlogueiro girava a roleta e comia (ou bebia, dependendo do caso) o que quer que ela indicasse.


Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.

A polícia confirmou aos veículos chineses que o rapaz foi encontrado inconsciente em seu quarto, e sem sinais vitais. A equipe também encontrou na escrivaninha do quarto os itens que foram utilizados durante a live. O computador do vlogueiro ainda estava no modo de transmissão em sua mesa. Todos os vídeos de Sun foram retirados da rede social chinesa.

Outros casos

Vlogueiro chinês morre após comer insetos venenosos em transmissão ao vivo - 3
Alpinista chinês morreu em 2017 duante uma live (Foto: Asia Wire)

Em 2017, também houve outro caso de morte gravada por uma câmera na China. Trata-se do alpinista Wu Yongning, de 26 anos, que contava com milhares de seguidores na rede social Weibo. Ele morreu depois de cair de um prédio de 62 andares em Changsha, capital da província chinesa de Hunan, enquanto fazia uma de suas performances em arranha-céus.

As postagens feitas por Yongning orientavam que os espectadores não repetissem o que ele fazia nos vídeos, já que possuía treinamento. O rapaz também chegou a participar de algumas produções televisivas e até filmes, mas suas transmissões ao vivo eram o que mais chamavam a atenção do público chinês, que acompanhava religiosamente as sessões.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste