Ciência & Tecnologia Tecnologia

Orion decola e marca mais um ponto para a Nasa

A cápsula Orion foi para o alto e, assim, contabilizou mais um sucesso à Agência Espacial Americana, a Nasa.

O lançamento aconteceu hoje (5), no Cabo Canaveral, na Flórida, Estados Unidos. O voo teste estava previsto para acontecer na quinta-feira (4), às 10h da manhã, horário de Brasília, mas os cientistas acharam melhor esperar o vento ficar mais favorável, e depois de quase duas horas esperando o lançamento, ele foi adiado.

Se o teste for bem sucedido, esse tipo de aeronave poderá levar astronautas à asteróides, e até à Marte. A experiência custou US$ 375 milhões para ser desenvolvida.

O voo de testes não-tripulado levou a cápsula a 6.000 km acima da Terra, em uma missão que durou cerca de 4,5 horas, para testar muitos dos sistemas necessários para as futuras missões humanas no espaço profundo.

Depois de duas órbitas, a Orion retornou para a atmosfera da Terra a cerca de 30.000 km/h, atingindo temperaturas perto de 2.200°C — antes que seu sistema de paraquedas ser ativado –, desacelerando a cápsula para que ela caísse no Oceano Pacífico.

Toda a ação foi assistida por uma multidão na Flórida, que segundo a Agência Reuters, não acontecia desde o último lançamento de um ônibus espacial em 2011. Além dos sortudos, que virão o lançamento na base, telespectadores do mundo inteiro puderam assistir ao feito por meio da internet, em vídeo, e também pela conta do Twitter da Orion.

Veja o vídeo com os melhores momentos do lançamento da Orion.

Foto: Reuters


Talvez você também goste