Ciência & Tecnologia

Políticos americanos apagam tuítes de apoio a Bergdahl após troca por talibãs

Vários políticos americanos apagaram tuítes de apoio ao sargento Bowe Bergdahl, capturado no Afeganistão e trocado recentemente por cinco talibãs presos em Guantánamo. Nesta quinta-feira, ao menos sete políticos apagaram seus tuítes nos quais elogiavam Bergdahl. As mensagens podem ser recuperadas em sites como o Politwoop, que divulga os tuítes publicados e depois eliminados pelos políticos. “Bem-vindo à casa, sargento Bowe Bergdahl. Os Estados Unidos te agradecem por seu serviço”, escreveu o senador republicano Thad Cochran em um tuíte que foi apagado na quarta-feira, de acordo com o Politwoops. Cochran condenou a troca de prisioneiros como um grave erro. O congressista republicano Jim Renacci classificou nesta semana Bergdahl de “verdadeiro herói americano”, em um tuíte que foi apagado posteriormente. Já o democrata Stephen Lynch expressou no Twitter sua alegria por saber da libertação de Bergdahl, mas a mensagem também desapareceu. A destruição destas mensagens reflete a preocupação crescente pela possibilidade de que os comandantes talibãs libertados possam voltar a se unir à luta, e a raiva pela forma como o governo do presidente Barack Obama negociou o acordo.


Talvez você também goste