Mundo Tech Tecnologia

Príncipe Harry pede pelo banimento de Fortnite: “ele é feito para viciar”

O príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, estão prestes a ter um filho, e alguns podem argumentar que ele terá tudo do bom e do melhor nessa vida. Mas há uma coisa que a criança real provavelmente jamais terá, no que depender de seu pai: Fortnite.

Segundo informações da BBC, o príncipe Harry, Duque de Sussex e sexto homem na linhagem de sucessão ao trono da Rainha Elizabeth II, fez duras críticas ao fenômeno dos jogos do gênero battle royale, chamando-o de “viciante” e outros adjetivos nada agradáveis.

Fortnitenão é bem visto aos olhos da família real, segundo palavras do próprio Príncipe Harry

“”[Fortnite] não deveria ser permitido. Qual é o benefício de tê-lo em sua casa? O jogo foi criado para viciar; um vício feito para mantê-lo em frente ao computador por quanto for possível. É muito irresponsável. É como se você esperasse pelo dano ser causado e as crianças lhe darem as costas na porta de casa e famílias sendo destruídas”, ele disse em evento da YMCA em Londres. Ironicamente, o evento ocorreu cerca de uma hora antes da entrega dos prêmios BAFTA, dados a empresas e jogos que se destacaram na indústria global.

Paralelo a isso, Fortnite vem apresentando franco crescimento, com a publisher Epic Games anunciando há alguns dias que o jogo atingiu a marca de 250 milhões de jogadores, com uma recorrência de mais de 10 milhões deles. O gênero battle royale também vem crescendo, já que Fortnite tem concorrência direta com PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG) e Apex Legends, além do modo Blackout de Call of Duty: Black Ops 4.

As palavras do príncipe, no entanto, podem ter sido inspiradas por uma recente mudança na Organização Mundial da Saúde (OMS), que adicionou “distúrbio por jogos” à sua lista de doenças identificadas. Dentre os critérios da OMS para a classificação, estão autocontrole dificultado sobre a vontade de jogar, a priorização dos jogos sobre atividades do dia a dia e a continuidade ou escalada do hábito de jogar mesmo diante de seus impactos negativos.

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste